SÃO LUÍS
Barbaridade

Esposa de homem decapitado pode estar envolvida no crime, segundo delegado

  •  
  •  

Antônio Marcos Ferreira Oliveira, 40 anos, que foi decapitado no último sábado (24).

0
Esposa de homem decapitado pode estar envolvida no crime, segundo delegado
Reprodução/Mirante AM

SÃO LUIS - Nesta quarta-feira (28), o delegado Daniel Brandão, titular do 18º DP, concedeu entrevista a Rádio Mirante AM, e falou mais sobre o caso de Antônio Marcos Ferreira Oliveira, 40 anos, que foi decapitado no último sábado (24). No crime, os envolvidos enterraram a cabeça em um terreno baldio, e só foi encontrada ontem (27).

Foi apreendido um adolescente de 16 anos, e preso Luis Claudio Pereira Santos, 29 anos. "Mais duas pessoas possivelmente também estão envolvidas no crime, e estamos acelerando as investigações para confirmar a presença de ambos no crime e realizar as prisões", conta o delegado.

Ainda segundo o delegado, "A esposa pode ter uma participação no crime. As investigações apontam que ela pode ter ligação com os autores do crime, após ter falado que havia sido agredida pelo marido, que foi morto".

Segundo o delegado Daniel Brandão, a relação de Antônio e sua esposa, Organete Lima Sousa, 43 anos, era de diversas brigas e todos sabiam do caso. "A relação deles eram cheia de agressões, e eles já eram conhecidos pelos autores do crime. A conduta de Organete é falha pois ela usou de uma defesa particular, que agiu de maneira contra a lei. Ela poderia ter utilizado um dos meios legais para denunciar o marido e mudar a situação”, explica.

Nenhuma medida oficial ainda foi tomada sobre a esposa da vítima.

Ouça a entrevista completa abaixo:

Leia outras notícias em imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, Snapchat, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no YouTube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2383.

plantão i

    enquete

    INTERAÇÃO

    Você acha justas as taxas de juros cobradas pelos bancos?

    PARTICIPAR VER PARCIAL

    redes sociais