Infraestrutura

Buracos na Estrada da Vitória causam prejuízo a condutores

  •  
  •  

Situação é preocupante no trecho coincidente com a entrada de acesso para o Alto do Turu

0

Condutores de veículos que trafegam pelo Parque Vitória estão indignados com a situação da Estrada da Vitória, que se encontra esburacada em vários trechos, problema que atrapalha o tráfego de veículos. A via é uma importante ligação para áreas como Alto do Turu e Parque Jair, em São José de Ribamar, além da Maioba, Sítio Grande e Maiobão, no município de Paço do Lumiar. A situação é mais preocupante no trecho coincidente com a entrada de acesso para o bairro Alto do Turu, onde os buracos, de grandes proporções, desencadeiam engarrafamentos e transtornos para os condutores.

A água empoçada naquele trecho da via resulta do entupimento de galerias, além das chuvas intensas desta época do ano. Segundo o morador José de Ribamar dos Remédios, alguns serviços de desentupimento de galerias já foram providenciados, mas nada resolveu o problema, que recorre frequentemente. Ele disse que a situação já chegou a um ponto-limite e quem passa pela área não aguenta mais a merca reclamação. “As crianças padecem, pois aqui perto temos uma escola e, para se chegar até lá, é preciso enfrentar essa buraqueira. O pior é que muitas crianças vão andando”, contou o morador.

Para os condutores, a estrada da Vitória é sinônimo de prejuízos, pois muitos veículos já quebraram ao trafegar pelo trecho, entre motos e carros. “É um verdadeiro rally. Os carros caem no buraco e você não sabe a profundidade das poças. Fora que em horários como meio dia e 18h isso aqui é insuportável. Só quem passa pode ter uma ideia do problema. Acho que as autoridades deveriam ter uma atenção mais especial, porque é vergonhoso. Acredito que não seja algo difícil de resolver”, disse o condutor Pedro Ramsés de Carvalho, morador do Parque Vitória.

A mais recente obra na estrada da Vitória incluiu asfaltamento, drenagem profunda, recapeamento, abertura de vias, melhoramento e urbanização de 10 quilômetros, no trecho que liga a via à Avenida Principal do bairro, contemplando as ruas A, H, 07, Maria de Fátima Figueiredo e a Avenida 2. O valor total do investimento foi R$ 3,21 milhões.

A Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra) reiterou, em nota, que a responsabilidade pela pavimentação de ruas e avenidas é das prefeituras. A Sinfra esclarece, no entanto, que auxilia as gestões municipais com as intervenções de mobilidade urbana por meio do “Programa Mais Asfalto”, inclusive com várias frentes de serviço na região citada, que serão intensificadas no decorrer desta semana.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.