Problema

Mesmo em boa fase na Série D, o Moto Club segue com problemas

  •  

Jogadores do Papão voltaram a ter problemas para treinar, mas diretoria garante que foi equivoco e time segue se preparando para próximo jogo no Brasileiro

0
O técnico Luís Miguel pegou o time do Moto no meio de turbilhão de problemas
O técnico Luís Miguel pegou o time do Moto no meio de turbilhão de problemas

SÃO LUÍS - Embora esteja invicto e na liderança do Grupo A5 da Série D do Campeonato Brasileiro, o Moto Club parece viver momento delicado fora das quatro linhas. Na terça-feira (15), o Papão do Norte cancelou o treinamento que estava marcado para o período da tarde por falta de material esportivo. Os jogadores deveriam treinar ontem, à tarde, no Estádio Nhozinho Santos, mas a atividade foi transferida para o CT Pereira dos Santos.

O motivo do cancelamento do treino da terça-feira teria sido porque que a diretoria do Rubro-Negro não pagou o hotel em que os jogadores do clube estavam hospedados e os responsáveis pelo local não liberaram o material de treinamento do clube.

O presidente do Moto, Natanael Jr., uma nota oficial alegando que tudo não passou de mal entendido. “Com relação a suposta apreensão do material, infelizmente foi um mal-entendido. Quando o time chegou de viagem na madrugada de segunda o material ficou no hotel até que um funcionário do clube levasse de volta para o CT. Vale ressaltar que esse material não fica no hotel e não faz parte do acordo de hospedagem que temos”, disse em nota o dirigente.

Apesar das adversidades longe dos gramados, o Moto empatou com o Altos por 0 x 0 no último domingo, pela quarta rodada da Série D, e deixou sua vaga para a próxima fase da competição virtualmente garantida. Além disso, o clube tem a sétima melhor campanha da competição, com 10 pontos, 3 vitórias e saldo de 3 gols. O time de melhor campanha é o Campinense, com 12 pontos, 4 vitórias e saldo de 8 gols.

De olho na liderança

Virtualmente garantido na próxima fase da Série D Campeonato Brasileiro, o Moto Club quer, agora, a primeira colocação que na fase de mata-mata garante ao clube as vantagens de jogar por dois empates ou uma vitória e uma derrota pelo mesmo placar, além de decidir em casa o jogo de volta.

Contra o Sparta, o treinador Luís Miguel terá a volta do meia Everlan e do atacante Ricardo Maranhão. Ambos devem voltar ao time titular de imediato.

Everlan cumpriu suspensão automática, após ser expulso contra o Altos, na partida em São Luís. Já Ricardo Maranhão estava se recuperando de uma contratura muscular na coxa esquerda e precisava de mais alguns dias de trabalhos específicos. Com isso, Márcio Diogo deve jogar na sua real função no meio de campo.

Com isso, o time do Moto deve formar com: Rodrigo Ramos; Diego, Betão, Wanderson e Wanderson; Rafael, Romério, Marcio Diogo e Everlan; Ricardo Maranhão e Shailison.

O próximo desafio do Moto é contra o Sparta (TO), na tarde deste domingo (20), às 16h, no Estádio Mirandão, em Araguaina (TO). O Papão pode confirmar a classificação e liderança do grupo com uma rodada de antecedência.

Nota oficial do Moto Club na íntegra

Boa noite nação motense. Desculpe o horário, mas só agora tive tempo de escrever uma nota sobre a nova crise do Moto. Em primeiro lugar gostaria de ressaltar que não criei essa crise financeira no Moto, ela já se arrasta há alguns anos. Desde salários atrasados com greve de jogadores, restaurantes e inclusive um débito em um chalé de mais de 120 mil reais que se arrasta há pelo menos 4 anos. Desde que assumi o Moto venho honrando os compromissos com Transporte, alimentação e Hospedagem dos atletas de outras cidades. Estamos com débito no hotel Santa Luzia sim é isso não é segredo para ninguém, mas sempre estamos honrando pagando através dos meses, já que o Moto utiliza o hotel desde dezembro com hospedagens e concentrações. Semanalmente acertamos valores que variam de acordo com a nossa disponibilidade sempre com transparência nas relações. Temos também débitos no restaurante petiscaldos, esse por sinal já trabalha com o Moto há quase um ano, desde a gestão Célio e continua comigo. Em todos os casos sempre estamos honrando e administrando os débitos do Moto, tanto é que ambos continuam trabalhando com o clube. Com relação a suposta apreensão do material, infelizmente foi um mal entendido. Quando o time chegou de viagem na madrugada de segunda o material ficou no hotel até que um funcionário do clube levasse de volta para o CT. Vale ressaltar que esse material não fica no hotel e não faz parte do acordo de hospedagem que temos. Porém na manhã de hoje um parceiro do clube foi buscar o material e a recepção não liberou alegando que não conhecia a pessoa e que também havia débitos do clube e não podia liberar. No período da tarde a van foi buscar normalmente os jogadores para o treino, mas não perguntou do material por receio de ter outra negativa. Quando soube do problema e fui atrás do fatos, perguntei a gerente do hotel informações sobre o que aconteceu e ela afirmou que o material não estava apreendido no hotel. Peço desculpas à nação motense e aos jogadores por mais esse transtorno, lamento muito que esse tipo de notícia pequena e mesquinha ainda tenha destaque em alguns setores da imprensa, que parece esquecer o passado e prefere atacar o presente. Venho trabalhando muito, fazendo de tudo para reerguer o clube e reitero que não criei essa crise na minha gestão, mesmo assim coloquei a minha força de trabalho e dedicação pra ajudar a resolver.
Natanael Jr - Presidente do Moto

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.