Prevenção

Prefeitura realiza ações de limpeza em bairros de SL

  •  

O Vinhais foi o primeiro bairro a passar pela ação que será desenvolvida durante este mês

0
Equipes realizaram uma inspeção de limpeza no bairro Vinhais
Equipes realizaram uma inspeção de limpeza no bairro Vinhais (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS- O mês de abril é considerado como um dos períodos do ano mais chuvoso na Ilha como ainda o aparecimento de doenças, principalmente, dengue e Doença de Chagas. Com o objetivo de combater essa problemática, a Prefeitura de São Luís realizou durante o último sábado uma ação de combate no bairro do Vinhais, mas vai ser desenvolvida também nos outros bairros da capital.

Segundo a presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, Carolina Estrela, as atividades nesse bairro começaram a ser realizadas desde o começo da semana passada, mas, sábado, 14, foi o dia da culminância dos trabalhos. Os agentes da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) realizaram visitas domiciliares, orientando sobre as condutas preventivas e inspecionando os imóveis, com atenção especial aos recipientes que acumulam água; e quando foram identificados criadouros do mosquito os agentes aplicaram larvicida, que elimina focos do mosquito.

Ainda nesse dia teve a nebulização espacial com o carro fumacê. Essa ação também incluiu serviços de limpeza por todo o bairro, atividades educativas, vistorias em estabelecimentos comerciais e muitos moradores puderam atualizar o cartão de vacina tomando doses de outras vacinas que estavam pendentes.

Ainda segundo Carolina Estrela, os serviços de limpeza nesse bairro são constantes, assim como em toda a cidade. “A coleta domiciliar é feita de forma regular. No momento, cabe aos moradores manterem seus quintais e calçadas limpos, não acumulando objetos que possam acumular água e descartando de forma correta seus resíduos domiciliares", declarou Carolina Estrela.

Já o coordenador do Programa de Combate às Arboviroses, Pedro Tavares, afirmou que é importante combater a proliferação do mosquito Aedes aegypti para evitar doenças. Ele ainda declarou que muitas pessoas não permitem a entrada do agente de saúde em suas casas, pois, isso acaba comprometendo o trabalho preventivo.

Mais ações

Uma das moradoras, identificada como Antônia Braga, afirmou que trabalho como esse acaba prevenindo doenças, principalmente, a dengue. “Na minha casa, eu cuido para não deixar nada no quintal que possa acumular água e virar criadouro do mosquito”, declarou a moradora.

Também nesse dia foi intensificado o trabalho de limpeza urbana e mais de 20 ruas desse bairro tiveram os serviços de capina e roçagem. Além disso, foram recolhidos da parta das residências dos moradores vários lixos como restos de entulho, poda e capina domésticos, móveis e eletrodomésticos sem utilidade, pneus e outros tipos de resíduos que possam se tornar criadouros do mosquito Aedes aegypti.

Ainda durante essa ação foram feitos os serviços de poda e rebaixamento das copas das árvores do bairro por meio do Instituto Municipal de Paisagismo Urbano (Impur) e a substituição de espécies danificadas. Nas áreas das praças públicas e escolas, a substituição vai ser feita por árvores frutíferas.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.