Vereadores

Justiça suspende eleição da Câmara Municipal

  •  

Desembargador José Jorge Figueiredo, no plantão do Tribunal de Justiça, atendeu pedido liminar do PSL e determinou que o pleito previsto para ontem fosse cancelado

0
Osmar Filho reuniu 15 vereadores em apoio à sua candidatura
Osmar Filho reuniu 15 vereadores em apoio à sua candidatura (Foto: Divulgação)

O desembargador José Jorge Figueiredo dos Anjos determinou a suspensão da eleição da mesa diretora da Câmara Municipal, prevista para ontem. Ele atendeu a pedido liminar do PSL, que questiona a proibição da reeleição dos atuais membros da mesa diretora da Casa.

Em seu despacho, José Jorge argumenta que a decisão de suspender a eleição é uma forma de evitar dano irreversível à parte, haja vista que ainda se discute a constitucionalidade da lei que proíbe a reeleição. O PSL, presidido pelo vereador Francisco Carvalho, defende a possibilidade de os atuais membros da mesa se candidatar a novo mandato.

Apoios

Mesmo com a proibição da eleição ser realizada neste domingo, o vereador Osmar Filho (PDT), que concorre a presidente, reuniu 15 vereadores em um almoço. Além deles, manifestaram apoio ao pedetista os vereadores Bárbara Soeiro, Ricardo Diniz e Estevão Aragão, totalizando 18 votos, garantindo a maioria.

Osmar Filho argumenta que sua candidatura é fruto de um acordo entre o seu partido e o próprio Astro de Ogum, ainda na última eleição da casa. Segundo ele, Astro prometeu apoiá-lo em sua sucessão, aprovando, inclusive, a proibição da reeleição.

Chico Carvalho e o também ex-presidente da Câmara, Isaias Pereirinha (PSL), são contra o acordo com Osmar Filho, por isso atuam judicialmente para tentar garantir novo mandato a Astro – ou, em último caso, garantir o apoio deste a um deles.

A decisão de José Jorge deve ser levada ao Pleno do TJ na próxima quarta-feira, 18, quando será analisada definitivamente a questão da eleição da Câmara.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.