Doação

Hemomar mobiliza novas doações em SL

  •  

Atividade aconteceu no sábado, na Paróquia Nossa Senhora de Nazaré, e tem como objetivo atender os casos de urgência e emergência

0
Hemomar mobiliza novas doações em SL

SÃO LUÍS- As coletas externas de sangue realizadas na comunidade, universidades, repartições públicas e igrejas são medidas encontradas pelo Centro de Hematologia e Hemoterapia do Maranhão (Hemomar) para conseguirem bolsas de sangue de doadores voluntários. No sábado, a comunidade da Paróquia Nossa Senhora de Nazaré, do Cohatrac, realizou o projeto Irmãos de Sangue em parceria com a Hemomar. O padre Ribeiro Viera disse que esse projeto envolve todos os irmãos da paróquia e é coordenado pelo grupo Pastoral da Caridade.

Ele disse que essa ação acontece duas vezes no ano. A primeira, em abril, enquanto, a segunda, em novembro. “A comunidade está se movimentando para conseguir mais de 150 bolsas de sangue durante esse projeto”, declarou .

Ação

Segundo a Hemomar, mais de 100 bolsas de sangue são adquiridas em cada ação de coleta externa. A maioria desse material é destinado para atender os casos de urgência e emergência como ainda abastecer o banco de sangue dessa instituição.

“Esse material coletado durante essas ações serve para atender os casos de urgência e emergência”, explicou a coordenadora de Coleta Externa da Hemomar.

Ela também declarou que uma ação realizada na última quinta-feira em uma faculdade privada, localizada no Maiobão, em Paço do Lumiar, conseguiu adquirir 98 bolsas de sangue oriundas de voluntários. Na próxima quarta-feira, 18, a equipe da Hemomar vai realizar esse mesmo trabalho em uma igreja evangélica, em Vargem Grande.

Doar sangue

A direção da Hemomar informou que para doar basta a pessoa está em boas condições de saúde, ter entre 16 e 69 anos de idade (menores de 18 anos precisam de autorização) e pesar no mínimo 50 Kg. No dia da doação, é preciso ter dormido ao menos 6 horas nas últimas 24 horas, estar alimentado (sem alimentos gordurosos) e não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12h e estar portando documento com foto.

Enquanto, os grupos que não podem doar sangue estão mulheres grávidas, pessoas que tiveram hepatite após os 11 anos de idade, portadores de hepatites B e C, Aids, doença de Chagas, malária e quem faz uso de drogas ilícitas injetáveis.

Caso a pessoa esteja resfriado, o doador deve esperar 7 dias após o desaparecimento dos sintomas. Já aquelas pessoas que fez tatuagem, maquiagem definitiva, esteve em região de malária ou fez sexo sem proteção deve aguardar um ano.

Etapas da doação

O doador é cadastrado

Realizado teste de anemia e aferida a pressão arterial, pulso, temperatura e peso

O médico ou o enfermeiro faz a entrevista com o doador de forma individual

A coleta de sangue dura no máximo 15 minutos

Após a doação, o doador precisa se alimentar

Fonte: Centro de Hematologia e Hemoterapia do Maranhão (Hemomar)

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.