Campeonato Maranhense

MAC precisa trabalhar o psicológico dos jogadores

  •  

O Papão do Norte, adversário do Bode nas semifinais, por ter melhor campanha, joga com a vantagem dos dois empates ou uma vitória e uma derrota pela mesma diferença de gols

0
Com muitos jogadores no DM, o treinador Meinha tem dificuldades
Com muitos jogadores no DM, o treinador Meinha tem dificuldades (Foto: Divulgação)

Para vencer nas semifinais do Campeonato Maranhense, o time com melhor campanha e invicto há sete jogos, o Moto Club, o técnico do Maranhão, Meinha, disse ter a estratégia montada, pois precisa no mínimo vencer um dos dois jogos e empatar o outro. O Papão do Norte, por ter melhor campanha, joga com a vantagem dos dois empates ou uma vitória e uma derrota pela mesma diferença de gols, além de jogar a última partida em casa, o que neste caso não é muita vantagem, porque os dois times são de São Luís.

Para Meinha, é necessário trabalhar três fatores com o elenco para superar o Moto. “Apesar da vantagem deles e de terem um grupo forte, nós precisamos vencer. Para isso, temos que trabalhar a parte física, tática e, principalmente, a psicológica. O grupo tem que entender que se trata de um jogo de 180 minutos”, comentou.

A maior dificuldade de Meinha é o departamento médico cheio de jogadores titulares: Eloir, Felipe Costa, Valber, Giliard e Leson. “O Eloir e o Felipe Dias temos que avaliar e ainda não sabemos o tempo de recuperação. O Válber está no período de transição, o Leson voltou a treinar e sentiu a contusão no mesmo lugar, assim como o Giliard, que dificilmente será relacionado para o primeiro jo­go da semifinal”, explicou.

Com tantas baixas, o técico Meinha disse que só vai definir o time titular na sexta-feira, quando comandará o coletivo de apronto. “Primeiro, eu preciso saber com quem eu posso contar, porque não vou arriscar levar um jogar 50% e queimar uma substituição logo no primeiro tempo como aconteceu na última partida. Sei que a gente perde em qualidade sem estes jogadores mais experientes, mas ganhamos em força e velocidade com as substituições”, disse.

A pedido do Maranhão, seu jogo de ida contra o Moto Club foi mantido no dia 18 (domingo), às 17h, no Estádio Castelão, e não mais antecipado para o sábado (17). Já a partida de volta entre o Papão do Norte e MAC também foi antecipado do dia 25 (domingo) para o dia 22 (quinta-feira), às 21h45, no Estádio Castelão. l

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.