Mortes

Corpo estrangulamento achado no Cururuca

  •  
  •  

Fato ocorreu em Paço do Lumiar no fim de semana e está sendo investigado pela Superintendência de Homicídios e Proteção a Pessoas

0
Corpo estrangulamento achado no Cururuca

SÃO LUÍS - O corpo de Edson Araújo Alves, idade não revelada, foi encontrado por populares com sinais de estrangulamento ontem em via pública, na MA-204, no povoado Cururuca, na cidade de Paço do Lumiar.

De acordo com as informações da polícia, os peritos do Instituto de Criminalística confirmaram sinais de estrangulamento no corpo da vítima. Há possibilidade de esse crime ter ocorrido há dois dias.

O corpo foi removido ao Instituto Médico Legal (IML), no Bacanga, para ser periciado. O caso está sendo investigado pela Superintendência Estadual de Homicídio e Proteção a Pessoas (SHPP), mas até o início da noite de ontem não havia registro de prisão dos acusados.

Mais morte

A polícia ainda ontem não havia efetuado a prisão dos acusados dos três assassinatos ocorridos no último domingo em Imperatriz. Uma das vítimas foi Weler Freitas Pinheiro, de 17 anos. Segundo a polícia, o adolescente foi baleado por homens não identificados, na Vila Vitória. Ele ainda foi levado para o Hospital Municipal de Imperatriz, mas já chegou à casa de saúde sem vida.

A outra vítima foi Iralton Sousa Santos, idade não revelada. Segundo a polícia, ele foi assassinado a tiros por homens não identificados, no bairro Santa Rita. Os acusados fugiram em uma motocicleta, de marca e placa não identificadas.

Também nesse dia foi morto Daniel da Silva Nascimento, no bairro Mutirão, a golpes de faca. O corpo dele foi removido para o IML de Imperatriz para ser periciado e logo depois foi liberado para os familiares. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoas, que é coordenado pelo delegado Praxíteles Martins.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.