Edição Digital

Economia | Multimodal

CCCC é parceira do Porto de SL

Empreendimento trata-se de um Terminal de Uso Privado (TUP), com área de 2 milhões de metros quadrados, compreendendo seis berços para a movimentação de grãos, fertilizante, carga geral e derivados de petróleo
13/01/2018

A China Communications Construction Company (CCCC), maior empresa de infraestrutura chine­sa, assinou o último documento para a formalização da parceria na construção do Porto Multimodal de São Luís. O grupo passa a ser formado pela CCCC, com participação em 51% do empreendimento, e por sócios brasileiros, com 49%. Quatro mil empregos devem ser gerados na obra, sendo dois mil já no primeiro ano da construção, sendo 85% da mão de obra do Maranhão.
A informação sobre a formalização da parceria é do diretor do Porto Multimodal, José Hagge, que esteve em São Luís esta semana para compromissos técnicos da obra que já iniciou a fase de supressão vegetal. “Estamos confiantes de que o investimento de R$ 800 milhões no Maranhão contribuirá para a geração de empregos diretos e indiretos, arrecadação de tributos e possibilitará o incremento do desenvolvimento ao estado, que conta com excelente posição geográfica e marítima na Baía de São Marcos”, analisa José Hagge.
O projeto do Porto Multimodal de São Luís é de um Terminal de Uso Privado (TUP), com área de 2 milhões de metros quadrados, sendo 550 mil de área de proteção ambiental, próxima ao Porto do Itaqui, compreendendo seis berços (quatro na primeira fase e dois na segunda, ponte de acesso, aces­so rodoferroviário e pera ferroviária. O terminal atende às áreas central, norte e nordeste do país, interligado pelas Ferrovias Norte-Sul e Carajás.
A primeira fase da obra deve ser concluída em quatro anos, com capacidade para movimentar anualmente 7 milhões de toneladas de soja e milho; 1,5 milhão de fertilizantes; 1,5 milhão de carga geral; e 1,8 mil metros cúbicos de derivados de petróleo.
A CCCC foi criada em 2005 e é a maior empresa do segmento da China. Está envolvida na construção e infraestrutura de transporte de draga, além de operar ativos em outros países. Entre suas obras mais conhecidas está a maior pon­te do mundo, que liga Hong Kong, Macau e Zhuahi, com 55 quilômetros. Da infraestrutura, faz parte um túnel com 6,7 quilômetros, que se situa 40 metros abaixo do nível do mar.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2018 - Todos os direitos reservados.