Rodando

Rodoviários voltam a trabalhar, após acordo com patrões

  •  

Sindicato dos Rodoviários afirma que, se acordo for cumprido na íntegra, não haverá mais paralisação

0
Trabalhadores voltaram a trabalhar normalmente na manhã de ontem
Trabalhadores voltaram a trabalhar normalmente na manhã de ontem (Foto: Biné Morais / O ESTADO)

Com acordo firmado com os empresários no dia 10, quarta-feira, os rodoviários das empresas Marina e São Benedito voltaram trabalhar na manhã de ontem, após paralisação de 24 horas. Em reunião no Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros (SET), com o Sindicato dos Rodoviários, ficou acertado que os atrasos seriam totalmente quitados até a próxima semana.

Segundo o diretor administrativo do Sindicato dos Rodoviários, Marcelo Luís Brito, os trabalhadores já estão recebendo a verba atrasada corretamente, os outros benefícios atrasados, como tíquete-alimentação e benefícios entre eles planos de saúde e odontológico, serão retomados gradativamente, com 15 a 30 dias para concluir todo repasse aos motoristas e cobradores.

Com o acordo em andamento, frisou o diretor administrativo do sindicato, os ônibus se manterão circulando normalmente. Na manhã de ontem, os rodoviários voltaram a suas atividades normais, bem diferente do ocorrido na última quarta-feira, quando motoristas e cobradores resolveram cruzar os braços e não sair às ruas.

A paralisação dos rodoviários se deu por causa dos salários atrasados há dois meses, e nove meses de atraso nos benefícios (odontológico e planos de saúde), além do tíquete-alimentação, que não estava sendo repassado aos trabalhadores. “O acordo foi feito, os rodoviários aceitaram. Caso seja cumprido na íntegra, não paralisarão as atividades novamente”, disse Marcelo Luís Brito.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.