PH

Pergentino Holanda

  •  

0
Pergentino Holanda
ANA KARIN ANDRADE no lançamento do livro “Inspirações”, da bela atriz Marina Ruy Barbosa, na Livraria Saraiva, em São Paulo (Foto: Divulgação)
O premiado judoca maranhense Pedro Victor Rezende, que compete na categoria Sênior – 100 Kg e desenvolve um forte trabalho social intitulado Projeto Pedro Campeão, está em ritmo intenso de treinamento e nos preparativos finais para embarcar para Salvador, em busca do sonho olímpico. No próximo dia 12 ele será o único maranhense de sua categoria a disputar a Seletiva Olímpica, concorrendo a uma tão sonhada e suada vaga nos Jogos Olímpicos de 2020, em Tóquio. Na foto, Pedro Victor entre seus pais Marcelo e Luzia Rezende (Foto: Arquivo)

Bolsonaro
Não é de hoje que leio comentários de analistas experientes alertando para os perigos de uma eventual eleição de Jair Bolsonaro. Perigo de radicalização, de mergulho nas sombras, de violência institucional.
É claro que não se pode admitir como uma verdade absoluta, mas é o jeito de muitos verem o atual momento brasileiro, embora meia dúzia de destrambelhados reaja ferozmente nas redes sociais.
Reação essa que faz a gente ter certeza de que esses analistas têm uma parcela de razão.

Bolsonaro 2
Pensando no longo prazo, talvez Bolsonaro seja o mal necessário. O preço será alto, mas é provável que não haja outro caminho. Quando eu era criança, enfiei um arame na tomada. Aprendi a nunca mais tentar repetir a loucura. Mas só depois de me machucar.
Tomara que não. Tomara que até o ano que vem surja um nome equilibrado, ponderado, honesto, desapegado ao poder e apegado a um projeto eficiente e solidário de país.
Pelo menos alguém com alguns tons disso tudo. Se bem que um candidato assim, no Brasil de hoje, talvez não seja ouvido por quase ninguém.

De Cannes a São Luís
Chega hoje a São Luís o cineasta paulista João Paulo Miranda, que vem participar, no Cine Praia Grande, do evento “#FalaIema”, quando o Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema) recebe autoridades que tenham uma trajetória de trabalho e contribuição de grande relevância para a sociedade.
Na sessão serão exibidos seus três curtas-metragens: Command Action (2015), selecionado na "Semana da Crítica" do Festival de Cannes; A Moça Que Dançou Com o Diabo (2016), Prêmio de Menção Honrosa na Competitiva Oficial do Festival de Cannes; e Meninas Formicidas (2017) Selecionado no Festival de Veneza.
Após a exibição haverá um debate com o público e estudantes da unidade vocacional do Iema - Escola de Cinema. A conversa terá como foco o fazer cinematográfico frisando a direção cinematográfica, onde João Paulo Miranda apresentará sua experiência nesse âmbito de uma forma dialógica e debatida com os alunos.

Prêmio Especial
O professor e jornalista Ed Wilson Ferreira Araújo é o terceiro vencedor do Prêmio Especial Fapema, cujo troféu foi entregue ontem na sede da Fiema, durante durante o evento do Prêmio Fapema Neiva Moreira 2017.
Além de Ed Wilson, outros 50 pesquisadores receberam prêmio em dinheiro, troféu e certificado.
Desde 1996, Ed Wilson é militante do movimento de rádios comunitárias e colaborou, em 1998, na criação da Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária no Maranhão (Abraço-MA), onde atua como presidente.

Cleones recebe novo título
O presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), desembargador Cleones Cunha, acaba de receber mais uma homenagem das muitas que tem recebido neste fim de mandato no comando o TJMA. Desta vez foi o Título de Cidadão Riachãoense, proposto pelo vereador Aruilton Paz Gomes e aprovada, por unanimidade, pelos membros do Legislativo Municipal de Riachão. Ao receber o título, o desembargador Cleones Cunha declarou o apreço pela população da região do Sul do Maranhão, em especial, à cidade de Riachão.

TRIVIAL VARIADO

Sensacional a segunda edição do livro “Entre o Céu e a Terra” – Maranhão Patrimônio de Imagens, do fotógrafo Meireles Junior, agora com um recurso audiovisual. O prefácio de Ferreira Gullar consagra a obra.

A Sociedade Recreativa Escola de Samba Marambaia do Samba, minha escola de samba preferida, está de luto pelo falecimento de Haroldo Oliveira, o Haroldão. Ele foi um dos seus principais expoentes e dirigentes.

O Supremo Tribunal Federal analisará, hoje, se deputados estaduais poderão manter o mesmo direito de deputados federais e senadores de só serem presos em flagrante de
crime inafiançável.

No primeiro semestre deste ano, os cinco maiores bancos brasileiros lucraram mais de 36 bilhões de reais. O avanço do setor foi de 578 por cento entre 1994 e 2003.

Sobre a mesa de leitura do Repórter, o mais novo livro da escritora e poeta maranhense Lenita Estrela de Sá, com o selo da 7 Letras. Trata-se de Antídoto, com prefácio do grande poeta Salgado Maranhão.

O placar eletrônico Jurômetro registrou no começo da semana: o governo federal pagou, desde 1º de janeiro deste ano, 376 bilhões e 748 milhões de reais para rolar sua dívida.

Enquanto isso, o Impostômetro atingiu 1 trilhão e 990 bilhões de reais. Valor arrecadado pelo governo federal desde o começo deste ano e ainda é considerado pouco pelos ordenadores de despesas públicas.
O crediário cobra 104 por cento para o financiamento de produtos da linha doméstica; o rotativo no cartão supera 400 por cento e o cheque especial vai a mais de 250 por cento. Quem entra na ciranda tem grandes dificuldades em sair.

Quem andou circulando por Codó, no fim de semana, foi a designer e decoradora Cinta Klamt Motta. Foi dar o seu toque de bom gosto na ambientação da residência de Agnes e Francisco Nagib Oliveira, prefeito da cidade.

Um grupo de grande charme de nossa sociedade se reuniu e planejou uma festa de réveillon privê que vai entrar para a história dos melhores eventos sociais da cidade. Só os convidados serão informados do local. No ano que vem a gente conta
tudo o que aconteceu.

DE RELANCE

Troca de cadeiras na PF
Fernando Segovia, novo diretor-geral da Polícia Federal, deverá trocar ao menos 12 dos 27 superintendes regionais do órgão e manter à frente das investigações em andamento nos Estados outros 9 da gestão anterior. Com as mudanças, a PF deverá ter 7, das 27 superintendências, chefiadas por mulheres. E uma delas é a nova superintendente regional no Maranhão, delegada Cassandra Ferreira Alves Parazi, mantida no cargo por Segóvia.

Feriado no comércio
A partir de decisão firmada entre a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Maranhão (Fecomércio-MA) e o Sindicato dos Empregados no Comércio de São Luís, o comércio da capital está autorizado a funcionar em horário livre nesta sexta-feira, feriado municipal de Nossa Senhora da Conceição, dia 8 de dezembro. No entanto, nesse dia o trabalho é considerado extraordinário e deve ser pago com acréscimo de 100% sobre o valor da hora normal e mais uma gratificação no valor de R$ 50,00 ao final do expediente para cada empregado que trabalhar nessa data. Os supermercados e farmácias, consideradas atividades essenciais, também
podem funcionar em horário livre.

Telas Infantis
No hall de entrada do Fórum de São Luís, no Calhau, será aberta no próximo dia 11, a Mostra de Telas produzidas pelos meninos e meninas acolhidos pela Casa da Criança “Menino Jesus”, mantida pelo Tribunal de Justiça do Maranhão. A exposição – que vai se estender até o dia 15 de dezembro – tem como propósito estimular o desenvolvimento cognitivo, emocional, perceptivo, social e criativo das crianças. Atualmente, a arte-educadora Gabriela Bouéres Viana está desenvolvendo um trabalho sobre pintura com os meninos e meninas abrigados na Casa da Criança, com o objetivo de estimular a produção artística.

Nova ferramenta
Se lá está dando certo, aqui também pode dar. Explico: os médicos da Santa Casa de Porto Alegre estão usando um aplicativo de celular para o tratamento de pacientes. O app Manejo Sintomas, que teve o conteúdo todo desenvolvido pela equipe de cuidados paliativos do hospital, ajuda os profissionais no controle de sintomas de doentes graves.

Conclusões sem açúcar
Candidatos à Presidência da República precisarão ler com cuidado e adotar posição diante do recente relatório do Banco Mundial que concluiu: “Os governos (federal, estaduais e municipais) gastam mais do que podem; os gastos são ineficientes, pois não cumprem plenamente seus objetivos; e, em muitos casos, de forma injusta, beneficiando os ricos em detrimento dos mais pobres.” Entrevistadores de emissoras de rádio e TV anunciam que usarão o documento
para provocar durante os debates.

A tradição do jeitinho
Uma das ideias de aliados de Temer é que ele seja nomeado embaixador, num acordo que dependeria do próximo presidente eleito. A medida lhe garantiria imunidade diplomática, mantendo os processos que terá que responder no
Supremo Tribunal Federal.

Pobres consumidores
Imaginava-se que o aumento de 5 novembro fosse o último no preço do botijão do gás de cozinha. Ledo engano. Ontem subiu mais 8,9 por cento. Em um mês, o reajuste atinge duas vezes o índice anual da inflação. Não adianta dizer que é um absurdo: a Petrobras mantém-se no bunker, mandando e desmandando.

Fora de órbita
A Comissão de Viação e Transportes, da Câmara dos Deputados, aprovou permissão para que os táxis tenham cabine de segurança blindada, com o objetivo de isolar o motorista do contato direto com os passageiros. É assunto para as câmaras municipais e centenas já regulamentaram a proposta. Porém, quando algum deputado quer ganhar votos de motoristas apela para tudo. Quanto às reformas que a população exige, quase nada.

Para escrever na pedra:
“O que realmente importa em qualquer biografia é o que a pessoa pensa e sente, e não aquilo que fez”. Disse Glenn Gould, genial e renomado pianista canadense.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

Saiba mais de PH