Perda

Morre Dona Jeiza, antiga funcionária de O Estado

  •  
  •  

Ela trabalhou em diversos setores da empresa e tinha 84 anos. Enterro acontecerá hoje, 15, no Cemitério Parque da Saudade, no Vinhais

0
 Dona Jeiza, dedicada funcionária do jornal O Estado
Dona Jeiza, dedicada funcionária do jornal O Estado (Foto: Arquivo)

SÃO LUÍS - A ex-funcionária de O Estado, Francisca Jeiza Jesus, de 84 anos, uma das mais antigas da empresa, morreu na madrugada de ontem, 14. Ela enfrentava, há anos, problemas de saúde e estava internada no Hospital Tarquínio Lopes Filho (Hospital Geral). O enterro de Dona Jeiza – como era conhecida carinhosamente entre seus colegas – acontecerá hoje, 15, a partir das 10h, no Cemitério Parque da Saudade, no Vinhais.

Dona Jeiza começou a sua trajetória profissional no jornal O Dia, em 1967, que antecedeu O Estado, onde atuou em diversos setores. Além da simpatia, uma das principais virtudes de Dona Jeiza era a sua dedicação às funções diárias e presença no trabalho. Eram raros os dias em que ela faltava.

A relação profissional entre O Estado e Dona Jeiza terminou em 2013, após 46 anos de sua admissão. Ela, mesmo aposentada desde 1999, ainda comparecia ao local de trabalho, muitas vezes, de forma espontânea. Como forma de agradecimento por seu empenho durante os anos de trabalho, no dia 1º de junho de 1997 foi fixada no setor de assinaturas de O Estado uma placa pelos, até então,30 anos de vínculo entre Dona Jeiza e a empresa. “Era uma profissional extremamente fiel e dedicada e sempre prestativa quando era exigida”, disse o repórter fotográfico de O Estado, José de Jesus, que trabalhou com Dona Jeíza.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.