Assassinato

Motorista que matou colega se apresenta no 1º DP

  •  
  •  

Assassinato ocorreu no dia 3 deste mês no Anel Viário, motivado por disputa por passageiros na noite anterior

0
Motorista que matou colega se apresenta no 1º DP

SÃO LUÍS - O motorista de táxi-lotação, Jesus Aquiles de Sousa Viana, de 42 anos, se apresentou ontem ao 1º Distrito Policial, no Centro, e após ser ouvido pela autoridade policial, foi liberado. Ele é acusado de ter assassinado a tiros o colega de trabalho, Ivaldo Gomes de Sousa, de 45 anos, no último dia 3, no Anel Viário, por disputa de passageiros.

O acusado se apresentou no período da manhã e estava acompanhado de seu advogado. Ele foi ouvido pelo delegado Joviano Furtado e como .já havia passado o período de flagrante teve que ser liberado.

Ainda de acordo com as informações do delegado, na noite do dia 2 deste mês, Ivaldo Gomes e Jesus Aquiles teriam discutido no local de trabalho, no Anel Viário, nas proximidades da Fonte do Bispo, devido à disputa de passageiros. Durante a briga, Ivaldo Gomes teria desferido um soco no rosto de Jesus Aquiles. Na manhã do dia seguinte, a vítima estava tomando café em um dos quiosques, no Anel Viário, quando foi baleada no abdômen e no braço por Jesus Aquiles.

Ivaldo Gomes foi levado por populares para Hospital Municipal Socorrão I, no Centro, onde morreu antes de ser submetido a tratamento cirúrgico. O acusado conseguiu fugir, mesmo estando perseguido por policiais militares.

O delegado disse que o inquérito foi instaurado e tem um prazo de 30 dias para ser encaminhado ao Poder Judiciário. “O inquérito vai ser encaminhado à justiça, mas a autoria e motivação estão definidas”, explicou Joviano Furtado.

Outros casos

O ex-presidiário e acusado de uma tentativa de homicídio a um policial militar, identificado como Alex Linhares, de 37 anos, foi morto na noite de terça-feira, 10, em sua residência, no centro da cidade de Rosário.

Uma das testemunhas, Conceições Marinham, declarou que dois homens encapuzados invadiram a casa da vítima e logo depois realizaram a ação criminosa. Alex Linhares foi baleado e morto em casa e os acusados ainda levaram do local uma TV de 43 polegadas, celulares e uma quantia em dinheiro.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.