Sem atendimento

Família denuncia descaso com paciente de câncer no Maranhão

  •  
  •  

Ivonete Gomes sofre com tumor no ovário e busca fazer cirurgia no Hospital do Câncer, mas informação é de que não há previsão para procedimento

0
Paciente Ivonete Gomes de Silva, de 51 anos, à espera de atendimento no Hospital do Câncer do MA
Paciente Ivonete Gomes de Silva, de 51 anos, à espera de atendimento no Hospital do Câncer do MA (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS - Dois meses. Esse é o tempo que a paciente Ivonete Gomes de Silva, de 51 anos, que sofre com um tumor de 25 centímetros de diâmetro no ovário, está em São Luís aguardando para fazer uma cirurgia no Hospital do Câncer do Maranhão, sem nenhuma previsão dada pela equipe do hospital.

A situação foi denunciada por seu acompanhante, João Ferreira Júnior, que explicou o motivo pelo qual considera um descaso com a paciente. “Ninguém diz nada. Já procuramos a direção, a enfermeira responsável e nenhuma resposta é dada para nós. Está muito difícil nos mantermos aqui na capital esse tempo todo”.

Ainda segundo João Ferreira, essa é a 15ª vez que eles dão entrada no Serviço de Pronto-Atendimento do hospital com a paciente passando mal. “Chega um momento que nós que somos da família já não sabemos o que fazer”, disse ele.

Ontem, segundo ele, a paciente ficou desde cedo aguardando atendimento, sem sucesso. A principal preocupação da família é que o estado de saúde da paciente tem se agravado cada dia mais nenhum posicionamento tem sido dado à família, que aguarda a marcação de uma cirurgia.

“Quando a gente vem aqui pedindo que atendam logo ela por estar em quadro grave, eles apenas dão uma dipirona, aplicam um soro e mandam ela para casa. Não tem condição de uma paciente passar pelo que ela está passando. A situação dela já é grave para ela ser tratada ainda com esse descaso”, concluiu.

O Estado entrou em contato com o Governo do Estado para obter um posicionamento sobre o caso, mas até o fechamento desta página não houve retorno.

Ninguém diz nada. Já procuramos a direção, a enfermeira responsável e nenhuma resposta é dada para nós. Está muito difícil nos mantermos aqui na capital esse tempo todo”João Ferreira Júnior acompanhante de Ivonete Gomes

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.