Bando

Corretor de veículos clonados é procurado em todo o estado

  •  
  •  

Elisvaldo Rego, o Ferreirinha”, já teria negociado mais de 15 carros roubados só na cidade de Colinas, com prejuízo de R$ 1,5 mi aos compradores

0
Veículos vendidos por Ferreirinha em Colinas
Veículos vendidos por Ferreirinha em Colinas (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS - A polícia ainda ontem realizava incursão em todo o estado visando prender o corretor de veículos, Elisvaldo Rego Leal, o Ferreirinha, que segundo a polícia, faz parte de uma quadrilha especializada em roubar e vender veículos clonados, principalmente no Maranhão, com células nas cidades de Colinas e Imperatriz. Somente em Colinas, Ferreirinha já teria negociado mais de 15 veículos, inclusive de luxo, causando um prejuízo aproximadamente R$ 1,5 milhão, para as vítimas.

“Há um mandado de prisão em desfavor de Ferreirinha e a polícia está em campo para prendê-lo e apreender mais carros clonados que teriam sido vendidos a preço de mercado no estado”, disse o delegado Rildo Portela, de Colinas. O delegado informou, também, que a polícia está investigando Ferreirinha desde o dia 27 do mês passado, quando foram apreendidos cinco veículos clonados em Colinas, durante um trabalho em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Na última terça-feira, 10, foram apreendidos 10 veículos. Um desses veículos foi um caminhão basculante Volvo /VM branco, de placas QDE-4753, do Maranhão, que estava com adulteração no chassi, vidro e etiquetas, que tinha sido roubado no dia 10 de março de 2015, na cidade pernambucana de Ipojuca.

O outro caminhão apreendido era um Ford Cargo 2429, branco, de placas FWX-6541, do Pará. Esse veículo tinha sido tomado de assalto no dia 27 de outubro de 2015, no município de Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro. Os outros veículos apreendidos foram uma Gm/s10 cinza, de placas QKG-7397, roubada no dia 25 de março deste ano, na capital paraense; dois Gols vermelhos; um Ford Ranger e mais quatro carros tomados de assalto no estado de Tocantins.

Rildo Portela explicou que os veículos apreendidos serão periciados ainda esta semana pelo Instituto de Criminalística (Icrim) e, logo depois devem ser devolvidos aos seus verdadeiros proprietários. Até ontem pela manhã, 10 vítimas já haviam comparecido à delegacia e declararam que compraram esses carros de Ferreirinha a preço de mercado.

Ainda segundo o delegado, um desses veículos, uma caminhonete, foi comercializada por R$ 300 mil. A maioria dos negócios era feita por meio de financiamento bancário. As investigações vão continuar visando apreender os outros veículos clonados e pender os outros envolvidos nessa ação ilegal.

Esquema criminoso

O delegado Rildo Portela explicou que durante as investigações ficou constatado que Ferreirinha faz parte de uma organização criminosa especializada de clonagem de veículos. Os veículos são roubados ou furtados em outros estados e trazidos para o Maranhão e entregues a Hamilton Chaves, especialista em clonagem, que no momento está preso em uma unidade prisional desse município.

Em Imperatriz os veículos têm o número do chassi adulterado, assim como são falsificados os documentos no Detran e logo depois são repassados a Ferreirinha, a quem cabe negociá-los. “Cada integrante do bando tem uma missão nessa ação criminosa”, explicou o delegado.

Mais apreensão

Também na terça-feira, 10, foi desarticulada uma quadrilha especializada em roubo de motocicleta em Imperatriz. Durante o cerco policial foram recuperadas três motocicletas que haviam sido roubadas no dia anterior. Os presos foram Francisco Vieira da Silva, de 26 anos; Fábio Lima Roma, de 32 anos; Janaína de Nazaré Mendes, de 20 anos, e João Victor Abreu Rosa do Nascimento, de 19 anos. Dois menores foram apreendidos.

Saiba mais

No início deste ano foi desarticulada uma quadrilha especializada em roubo de veículos de luxo em São Luís, segundo a polícia, chefiada por Fábio Aurélio do Lago e Silva, o “Buchecha”, um dos acusado pela morte do blogueiro e jornalista Décio Sá, e “Jhonatan Boy”. Eles foram detidos quando estavam com uma caminhonete branca roubada.

Frase

“Há um mandado de prisão em desfavor de Ferreirinha. A polícia está em campo visando render o criminoso e apreender mais carros clonados que teriam sido vendidos na cidade”.

Rildo Portela – delegado de Colinas

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.