Crime

Estudantes são presos por furto e tráfico de droga

  •  
  •  

Dois jovens foram autuados no 5º Distrito Policial e um adolescente de 17 anos apreendido

0
Estudantes são presos por furto e tráfico de droga

SÃO LUÍS - Três estudantes foram conduzidos na sexta-feira, 11, ao 5º Distrito Policial, no Anjo da Guarda, acusados de comercializar droga e furtar celular dentro de uma escola pública de ensino médio, localizada na Avenida Principal da Vila Embratel. Com o grupo a polícia encontrou 114 trouxinhas de maconha.

Os alunos detidos foram identificados como Fabrício de Jesus Penha Pereira, de 18 anos, e Robson Lima Pereira, de 19 anos, e um adolescente de 17 anos, que foi apreendido. O delegado titular do 5º DP, Walter Wanderley, informou que foram os policiais militares da ronda escolar que trouxeram os três jovens.

Ainda de acordo com as informações do delegado, a polícia foi acionada pela direção da escola para investigar o furto de um celular. Durante a revista, os policiais encontraram dentro da mochila de Robson Lima 114 trouxinhas de maconha e mais de R$ 100,00 em notas de R$ 5,00, R$ 2,00, e até moedas de R$ 1,00.

Os militares também encontraram o celular que tinha sido furtado no banheiro da escola. Walter Wanderley disse que o adolescente tinha furtado o aparelho e entregado para Fabrício de Jesus, que, por sua vez, o entregou Robson Lima, que o escondeu no banheiro.

Mais prisão

Ainda na tarde de sexta-feira, 11, foram apresentados André Felipe Santos Silva, de 33 anos, Renato Nunes Damasceno, de 24 anos, e Luis Carlos da Silva Guterres, de 23 anos, na sede da Superintendência da Polícia Civil da Capital, na Vila Palmeira. A polícia informou que o trio foi preso no bairro da Cohab-Anil acusado de vários roubos na Ilha, porte ilegal de arma de fogo e associação criminosa armada. Segundo o delegado Marconi Matos eles pretendiam seqüestrar ainda na sexta-feira um empresário, na Cohab. Com eles a polícia encontrou um Gol cinza roubado e duas armas de fogo.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.