Mortes

Corpo achado sem as mãos permanece no IML

  •  
  •  

Moradores do povoado Mata de Itapera descobriram o cadáver estava, acionaram a polícia

0
Corpo achado sem as mãos permanece no IML

SÃO LUÍS - Ainda na tarde de sexta-feira, 11, continuava sem identificação no Instituto Médico Legal (IML), no Bacanga, o corpo do sexo masculino, de aproximadamente 30 anos, que foi achado em uma área de matagal, em Mata de Itapera, zona rural de São José de Ribamar, na noite de quinta-feira, 10.

O corpo foi achado pelos moradores da área, sem as mãos e com marcas de perfurações de faca. A polícia foi acionada e isolou a área até a chegada dos peritos do Instituto de Criminalística (Icrim). Há informações de que o corpo deveria estar no local há pelo menos dois dias devido a rigidez cadavérica.

A equipe da Superintendência Estadual de Homicídios e Proteção a Pessoas (SHPP) também esteve no local, ouviu as pessoas, mas até sexta-feira, não havia identificado os autores do crime.

Acidentes

Já em Imperatriz, as vítimas de acidente de trânsito na BR-010, nas proximidades do povoado Bananal, ocorrido na noite de quinta-feira, continuavam internadas no Hospital Municipal de Imperatriz (HMI). A polícia informou que esse fato envolveu um caminhão carregado de melancia e um ônibus que resultou na morte de Francisco Pereira da Silva, de 58 anos, e deixou várias pessoas feridas.

Ainda na quinta-feira, foi registrado um acidente no Km 486 da BR-230, na cidade de Riachão, que causou a morte do motociclista Aldo Alves Rocha. Ele estava conduzindo uma motocicleta Honda NXR 150 Bros, de placa OLL-7947, que colidiu de forma frontal em um veículo Dodge Ram 2500, de placas HWB 3030.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.