Decisão

Maranhão e Rio Branco decidem vaga nas oitavas de final da Série D

  •  

Com a vitória no primeiro jogo por 2 x 0, no Castelão, o MAC pode até perder por 1 x 0 a partida de volta que se classifica

0
O técnico Ruy Scarpino descarta jogar focado na vangatem
O técnico Ruy Scarpino descarta jogar focado na vangatem (Foto: De Jesus / O ESTADO)

SÃO LUÍS - Maranhão e Rio Branco do Acre decidem uma vaga nas oitavas de final da Série D do Campeonato Brasileiro, neste domingo, às 19h, no Estádio Florestão, na capital acreana. Com a vitória no primeiro jogo por 2 x 0, no Castelão, o MAC pode até perder por 1 x 0 a partida de volta que se classifica. Se o time acreano vencer por 2 x 0 na volta a definição da vaga será por meio de pênaltis. Mas se vencer por três ou mais gols de diferença, fica com a vaga na terceira fase. Quem passar neste confronto vai enfrentar Altos, do Piauí, ou Santos, do Amapá.

A vitória sobre o Rio Branco por 2 x 0 no jogo de jogo de ida do mata-mata da Série D deu ao Maranhão uma vantagem considerável, mas o técnico Ruy Scarpino descarta jogar na retranca. “A vantagem é algo que nós temos que pensar no final do jogo. Temos que procurar jogar a partida. Não jogar retrancado e ficar só se defendendo. Fazer um jogo normal e buscar o resultado”, afirmou.

Ruy Scarpino disse ainda que a equipe do Mac precisa ter mais atenção na partida de volta contra o Rio Branco. “Temos que ter algumas precauções nestes jogos fora de casa. Uma tenção maior, pois nos jogos que fizemos fora, em duas partidas, fizemos bons jogos, marcamos gols, mas, infelizmente, pela desatenção e a segurança do resultado, acabamos saindo com a derrota. Temos que ir para esse jogo com atenção redobrada”, alertou.

Ruy Scarpino deve fazer apenas uma mudança na equipe em relação ao time que jogou a primeira partida do mata-mata. Ramon, após cumprir suspensão automática, deve retornar à equipe titular no lugar de Lucas.

Para o Rio Branco só ganhar o MAC não basta. Para dificultar ainda mais a vida da equipe acreana, que não triunfa e não marca gols há três jogos, será preciso fazer três gols de diferença na partida de volta para garantir a vaga nas oitavas de final e seguir na briga pelo acesso à Série C. O resultado negativo fora de casa diminuiu um pouco o ânimo da equipe, que foi a primeira da competição a conquistar a classificação para a segunda fase, com duas rodadas de antecedência. Por isso, na reapresentação, uma conversa reservada entre jogadores e comissão técnica foi realizada para reanimar o grupo e estimular a reação que o clube precisa.

“Contei para eles uma passagem da minha vida pessoal, onde ninguém mais acreditava e fui chamado para aceitar que meu filho não tinha mais o que ser feito em uma maca, que naquele momento desligariam os aparelhos do meu filho. E passei para eles que hoje meu filho tem 11 anos e disse a eles que aqui dentro não aceito negatividade. Aqui dentro só aceito o que falei na primeira vez que me apresentei, alegria e a vontade de vencer”, contou o técnico Renê Marques.

Sem contusões ou suspensões, a tendência é que Renê Marques repita a mesma escalação do jogo de ida.

Rio Branco (AC) x Maranhão

Competição: Campeonato Brasileiro da Série D / Fase: 2ª / Rodada: VOLTA / Data: 16/07/2017 / Horário: 19h / Local: Estádio Florestão - Rio Branco (AC) / Jogo de ida: Maranhão 2 x 0 Rio Branco / Árbitro: Edmar Campos Encarnação - AM (CBF) / Assistentes: Uesclei Regison Pereira dos Santos - AM (CBF) e Anne Kesy Gomes de Sa - AM (CBF)

Rio Branco

Omar; Rodolfo, Cristiano, Patrick e Carlos Alexandre; Fábio, Adriano Chuva, Lucas e Ancelmo; Gustavo Xuxa (Adriano) e Araújo

Técnico: Renê Marques

Maranhão

Rodrigo Ramos; Michel, Ramon, Yuri e Chico Bala; Sandro, Curuca, Eloir e Adauto; Gilliard (Naôh) e Marciano (Jonas Piupiu)

Técnico: Ruy Scarpino

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.