Expocine

Cinema para a educação

  •  

Alunos da escola Crescimento exibem curtas-metragens no evento Expocine de Humanas e Linguagens; obras produzidas pelos estudantes abordam questões sociais que afetam o cotidiano do povo maranhense

0
Estudantes realizam ação cultural e social
Estudantes realizam ação cultural e social (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS- Fazer jovens refletirem sobre a situação social a partir da arte. Essa é a proposta da Expocine de Humanas e Linguagens promovido pela Escola Crescimento, que terá apresentação hoje em dois turnos, das 8h30 às 11h, e à tarde, das 14h às 16h30, no Teatro do Instituto Federal do Maranhão (Monte Castelo). Serão exibidos curtas-metragens produzidos pelos alunos da 2ª série do ensino médio da Escola Crescimento, sob a orientação dos professores. Debates e apresentações culturais também integram as atividades do evento.

A Expocine é um espaço de reflexão sobre vários temas que discutem a inter-relação entre ciência, homem e sociedade. Nesta primeira etapa, o evento tem um público restrito, composto por familiares e os convidados dos alunos que apresentarão os trabalhos.

No evento, oito grupos de alunos apresentarão os seguintes temas: pós-verdade, midiatização das tragédias e indignação seletiva, felicidade no contexto contemporâneo, consumismo e estratificação social, melancolia e depressão, escravidão moderna, favelização e centenário do samba.

A diretora da Escola, Helen Almeida, explicou que a Expocine é a culminância dos estudos desenvolvidos na área de Linguagens e Ciências Humanas. Os alunos escolheram temas da atualidade para discutir e os professores abordaram estes temas em sala, estimulando a argumentação e criticidade. “Os curtas expõem a conclusão deles e as discussões que foram feitas ao longo destes estudos”, afirmou a educadora.

Os temas abordados levam em conta os conteúdos das disciplinas de História, Geografia, Filosofia, Sociologia, Arte e Literatura, Português, Espanhol e Educação Física.

No tema sobre favelização, por exemplo, os estudantes pesquisaram uma invasão no bairro do Jaracati e perceberam como algumas ações relacionadas ao esporte, principalmente realizadas por ONG’s, estão ajudando os jovens daquela localidade

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.