Saúde bucal

Cárie em adultos é mais comum do que se imagina

  •  

RIscos de uma saúde bucal precária somada ao estilo de vida podem trazer consequências graves para os adultos

0
Adultos também sofrem as consequências de uma higiene bucal deficiente
Adultos também sofrem as consequências de uma higiene bucal deficiente (Foto: Divulgação)

BELO HORIZONTE - Muito se discute sobre a cárie em crianças devido ao risco proporcionado pelo alto consumo de açúcar e uma higiene oral deficiente. Entretanto, os riscos de uma saúde bucal precária somada ao estilo de vida e, em alguns casos, a outros fatores como idade, genética ou xerostomia (condição de boca seca causada pela falta de saliva), podem trazer consequências graves também para os adultos.

“A cárie nada mais é do que uma deterioração dos dentes causada pela fermentação de restos de alimentos presentes na boca pelas bactérias, transformando-os em um ácido que corrói o esmalte do dente e ocasionando lesões. Normalmente negligenciado pela maioria das pessoas por ser muito comum, o problema pode trazer consequências mais graves como perda de dentes”, afirma Paulo Coelho Andrade, mestre e especialista em implantodontia e odontologia estética.

O profissional ainda conta que, apesar da cárie geralmente ser indolor, principalmente no início, ela pode tornar-se extremamente dolorosa em alguns casos. Isso ocorre quando ela se alastra pelo dente, chegando à sua polpa, região onde ficam os nervos. “Se não tratada no início, além de destruir o dente, a cárie pode originar um abscesso que só poderá ser tratado através de canal, cirurgia ou até extração do dente”, explica.

Existem três tipos de cáries:

Cárie coronária: mais comum, se localiza nas regiões de mastigação, ou seja, na superfície dos dentes e laterais de contato entre eles;

Cárie Radicular: ocorre normalmente em adultos e idosos. Esta cárie atinge a raiz exposta dos dentes – que não possui esmalte como proteção da dentina –, condição causada pela retração gengival que ocorre com o envelhecimento;

Cárie de infiltração: é a cárie que costuma ocorrer entre a restauração e o dente. Acontece principalmente quando as restaurações são antigas.

De acordo com Paulo Coelho Andrade, o consumo de alimentos muito doces (com muito açúcar ou amido) e a alimentação várias vezes ao dia sem a higiene bucal correta são os principais fatores que causam cáries. Hereditariedade, escovação errada, localização do dente, idade, xerostomia (boca seca) e transtornos alimentares também pode ajudar a ocorrência do problema.

“Apesar de ser uma doença silenciosa na maior parte dos casos, alguns dos sintomas mais frequentes são sensibilidade dentária ao comer ou beber, dor de dente, lesões ou manchas escuras na superfície dos dentes”, esclarece o profissional. Para evitar o problema, basta escovar os dentes após as refeições, utilizar fio dental todos os dias, visitar o dentista pelo menos a cada seis meses e utilizar pastas de dente com flúor.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.