Falta d''água

Moradores do Cohatrac compram água por causa de irregularidade

  •  

Com abastecimento deficitário, os moradores precisam recorrer a carros-pipas para as necessidades básicas, como tomar banho

0
Na casa da estudante Daniela Barros, a despesa com carro-pipa já faz parte do orçamento familiar
Na casa da estudante Daniela Barros, a despesa com carro-pipa já faz parte do orçamento familiar (Foto: Divulgação/Leitor O Estado )

SÃO LUÍS - Moradores do Cohatrac II estão amargando uma dupla despesa por causa da irregularidade do abastecimento de água no conjunto. Além de pagar mensalmente as faturas à Caema, as famílias têm recorrido a carros-pipas para as necessidades básicas, como tomar banho, lavar roupas, louças e outros afazeres que dependem do precioso líquido, que deveria ser fornecido sem interrupções pela companhia estatal.

Na Rua 7 do conjunto, o gasto extra já virou rotina para muitas pessoas. Na casa da estudante Daniela Barros, a despesa com carro-pipa já faz parte do orçamento familiar. Na manhã desta quinta-feira (18), o serviço foi novamente acionado para a compra de 1 mil litros de água, que deverão durar alguns poucos dias, ao custo de R$ 30,00.

Detalhe:a família de Daniela Barros paga, em média, R$ 130 de conta água, valor cobrado religiosamente, todos os meses, mesmo com a escassez de abastecimento. Algo absurdamente injusto, que desmente categoricamente o slogan “Água para Todos”, outra peça ilusória criada pelo governo comunista com intuito de propagar o seu falso ideal de mudança.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.