Aguardando

Comissão técnica e jogadores do Imperatriz seguem na cidade

  •  

Cavalo de Aço aguarda julgamento no qual pediu a anulação da final do primeiro turno do Estadual

0
Comissão técnica e jogadores do Imperatriz seguem na cidade

Apesar da eliminação no Campeonato Maranhense no último domingo e de não ter mais nenhuma competição agendada, a equipe do Imperatriz ainda não se desfez. A diretoria do clube entrou com recurso no Tribunal de Justiça Desportiva do Maranhão (TJ/MA) solicitando a anulação do jogo da final do primeiro turno contra o Cordino. O Cavalo de Aço alega que a Comissão Estadual de Arbitragem de Futebol do Maranhão (CEAF-MA) teria descumprido o Estatuto do Torcedor ao não realizar sorteio para a arbitragem que trabalhou naquele jogo.

O presidente do Imperatriz, Damião Benício, viajou para São Luís para dar entrada no recurso e disse estar otimista quanto ao julgamento. O Cavalo de Aço pede a anulação do referido sorteio e para isso cita o Estatuto do Torcedor, mais precisamente em seu artigo 32, parágrafos 1º e 2º, que determina que o sorteio dentre os selecionados em audiência pública seja transmitido ao vivo pela rede nacional de computadores sob pena de nulidade (Redação dada pela Lei 13.155 de 2015). Se realmente as irregularidades forem comprovadas, o jogo pode ser anulado.

Enquanto isso, a comissão técnica e os jogadores ainda se encontram em Imperatriz de sobre aviso. Segundo o vice-presidente Bruno Rafael, apenas os meias Adauto e Robson Simplício viajaram para Belém e São Luís, respectivamente, para rever familiares, mas estão de sobreaviso e retornam assim que forem solicitados.

O técnico Sinomar Naves disse que está esperando as ordens da diretoria para que seja traçado um planejamento para o time. “Estou consciente de que fizemos uma excelente campanha. Temos o segundo melhor ataque da competição e perdemos apenas por um gol para o Cordino. Infelizmente, perdemos para a arbitragem. Estou aguardando ordens da diretoria para que possamos traçar um planejamento para o clube”, disse Sinomar Naves.

Sinomar Naves disse ainda, que não tem programado treinos, porque o presidente não definiu o que será feito para o futuro. “Não temos nenhum cronograma de treinamentos, estamos esperando a definição da diretoria”, completou.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.