Integração

Cervejeiros artesanais se encontram em SL

  •  

Evento foi realizado sábado na sede da AABB e apresentou a produção local dos fabricantes

0
Cervejeiro faz demonstração de seu produto durante o encontro
Cervejeiro faz demonstração de seu produto durante o encontro (Foto: Flora Dolores / O ESTADO)

Centenas de amantes de cerveja se reuniram no último sábado, dia 18, na sede da AABB, no Calhau, para o primeiro grande encontro de cervejeiros artesanais do Maranhão. O evento teve a participação de mestres cervejeiros e de 10 fabricantes de cerveja, sendo nove deles locais.

Ao todo foram disponibilizados 11 tipos de cervejas, que foram distribuídas para quem comprou os “kits degustação”, composto de camisa e caneca personalizada.

O evento também fez alusão ao StPatrick’s Day, festival realizado anualmente na Irlanda, todo o dia 17 de março, em homenagem a São Patrício, padroeiro do país. O costume por lá, nesse dia, é que todos se vistam de verde e saiam às ruas para comemorar a data, claro que com muita cerveja. Aqui, o encontro teve também a presença de um duende e de garotas vestidas com roupas típicas irlandesas.

Henrique Guelber, cervejeiro da marca artesanal Alphorria, informou que um dos objetivos do evento foi fortalecer o mercado de cerveja artesanal no Maranhão. Hoje, a maioria dos produtores não possuem registro no Ministério da Agricultura, e por isso não podem vender seus produtos e a produção acaba por ser uma coisa mais local, com distribuição entre amigos e em eventos especiais, como o St. Patrick’s Day.

Fabricação

A fabricação de cervejas artesanais passa por um processo longo e requer paciência. Uma cerveja mais simples leva até um mês para ficar pronta. Outras mais fortes dependem de mais tempo para maturar.

O trabalho todo começa na compra do malte, que é importado. Todas as cervejas artesanais que foram disponibilizadas no evento são puro malte, diferente das vendidas no mercado, que possuem outros tipos de matéria prima, como o milho, misturadas à sua fórmula. Ao fim, cada produção consegue entre 90 e 150 litros da bebida.

No evento ainda foram disponibilizadas cervejas fechadas, nacionais e importadas, para a venda ao público. Cada garrafinha, com apenas 250 ml, variava entre R$ 20,00 e R$ 30,00. Havia também bebidas feitas com arroz, típicas do Japão. Segundo o vendedor Rodrigo Oliveira, as belgas são as que têm maior teor alcoólico, mas é possível ter algumas mais leves, fabricada aqui mesmo no Brasil. “Quem quiser fugir das cervejas tradicionais vendidas no mercado, temos opção aqui no Maranhão”, disse ele.

MAIS

O Dia de São Patrício (em inglês: Saint Patrick's Day), é a festa anual que celebra a morte de São Patrício, padroeiro da Irlanda, e é normalmente comemorado no dia 17 de Março pelos países cujo inglês é o idioma oficial.As pessoas vestem-se de trajes verde, laranja e branco, saindo as ruas em uma longa caminhada festiva.

Com o passar dos anos a cor verde e sua ligação com o dia de São Patrício aumentou. Fitas verdes e trevos eram usados nas celebrações do dia de São Patrício no século XVII. Dizem que São Patrício usou o trevo para explicar a Santíssima Trindade aos pagãos celtas, com isso, o uso de trevos de três folhas e similares estão intimamente ligados aos festejos.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.