Operação

Bandidos são mortos em troca de tiros com a polícia no interior

  •  
  •  

Quadrilha que estaria aguardando um carro forte para assaltar na região de Grajaú; armas de grosso calibre, dinamite e veículos foram apreendidos

0
Polícia apresenta fuzis, metralhadoras, pistolas, munição e dinamite apreendidos com os quadrilheiros
Polícia apresenta fuzis, metralhadoras, pistolas, munição e dinamite apreendidos com os quadrilheiros (Foto: Divulgação)

GRAJAÚ - Três bandidos mortos, veículos blindados, uma far­ta quantidade de material explosivo e armamento de grosso calibre, como pistola, fuzis e metralhadoras ponto 50 (que segundo a polícia têm poder de fogo para derrubar aeronaves), apreendidos, foram o saldo de uma operação realizada pela Superintendência de Investigações Criminais (Seic), pela Companhia de Operações de Sobrevivência em Área Rural (Cosar) da Polícia Militar, Grupo de Resposta Tática (GRT) da Polícia Civil e do Centro Tático Aéreo (CTA) na manhã de ontem, no povoado Ponta da Ne­gra, entre Grajaú e Sítio Novo. Dois bandidos conseguiram fugir.

O delegado Thiago Bardal, superintendente da Seic, declarou que esses assaltantes estavam pretendendo atacar ainda esta semana um carro-forte que passaria por essa localidade. Há in­formações de que veículos de transporte de valores geralmente fazem o trajeto Grajaú a Imperatriz, passando por esse povoado. O delegado informou ainda que esses quadrilheiros atuavam nos estados de Goiás, Tocantins e Maranhão, explodindo bancos e atacando carros-fortes.

Ainda segundo o delegado, to­do o material apreendido com os criminosos será encaminhado ao Instituto de Criminalística (Icrim), em São Luís, para ser periciado. Já os corpos dos bandidos foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Imperatriz e até o fim da tarde de ontem apenas um tinha sido identificado. Trata-se de Rodrigo Bezerra Nunes, o Rodrigo Neguinho, foragido da antiga Cadet, em Pedrinhas. “Policiais encontraram um documento com um dos mortos, que deve ser analisado para verificar a sua autenticida­de”, frisou Bardal.

Localização
O delegado Kairo Clay de Mesquita, de Grajaú, disse que policiais militares e civis há mais de duas semanas vinham investigan­do roubo de veículos na BR-226, no trecho entre as cidades de Grajaú e Sítio Novo. Nesta semana, um veículo CR-V da Honda foi roubado nas proximidades da cidade de Porto Franco. Esse veículo, segundo moradores da região, seria de propriedade de um parente de um magistrado.

Kairo Clay de Mesquita informou ainda que durante a investigação ficou sabendo que havia há pelo menos uma semana, um grupo de homens que não eram moradores de Grajaú, e que circulava diariamente em carros novos, alguns deles blindados, pelo povoado de Ponta da Negra.

A polícia realizou algumas incursões na área e conseguiu apurar que esses homens faziam parte de um bando interestadual especializado em roubo a banco e carros-fortes. Eles estavam acampados no prédio de uma antiga escola comunitária, nesse po­voado. A polícia descobriu ainda que o grupo pretendia atacar um carro-forte que passaria durante esta semana naquela região.

Tiroteio
O delegado Kairo Clay de Mesquita explicou que policiais militares, civis e uma equipe do CTA se deslocaram até a localidade ontem e, ao se aproximar, foram recebidos à bala. Os policiais cercaram toda a área e houve uma intensa troca de tiros que resultou na morte de três bandidos.

Dois bandidos feridos conseguiram fugir, se embrenhando no matagal. O delegado disse que dentro da antiga escola comunitária os policiais encontraram três fuzis, uma metralhadora ponto 50, cinco pistolas de calibres diversos como 9 mm, ponto 40 e 556, grande quantidade de bananas de dinamite e três veículos roubados, uma Picape Strada prata, uma L200 e uma CR-V Honda.

Ainda de acordo com o delegado, as buscas vão continuar na região, visando prender os dois fugitivos e identificar os outros integrantes desse bando interestadual.

Número

3

Foi o número de quadrilheiros mortos em confronto com a polícia no povoado Ponta da Negra, entre Grajaú e Sítio Novo; dois assaltantes conseguiram fugir

Frase

“Policiais encontraram um documento com um dos mortos, que será analisado para verificar a sua autenticidade”.

Delegado Thiago Bardal, superintendente da Seic

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.