Denunciado

MP denuncia mulher por morte de ex-marido

  •  
  •  

Crime ocorreu em dezembro do ano passado em Imperatriz e o autor foi um pastor evangélico

0
MP denuncia mulher por morte de ex-marido

IMPERATRIZ - O Ministério Público denunciou esta semana, Rosa Santana da Silva, de 35 anos, como coautora do assassinato do seu ex-marido, professor Raimundo da Conceição Silva, ocorrido no dia 31 de dezembro do ano passado, na Vila Lobão, em Imperatriz. O pastor de uma igreja evangélica de Imperatriz, Roberval Serejo, de 45 anos, vai continuar preso na Unidade Prisional da cidade como autor dos golpes de faca que tirou a vida do educador.

O promotor titular da 8º Promotoria Criminal da Comarca de Imperatriz, Carlos Rostão, resolveu denunciar criminalmente Rosa Santana pelo fato de haver detalhes que não deixam dúvidas quando a sua participação no assassinato. Um deles é o relacionamento amoroso que ela tinha com o pastor evangélico e também por ser uma das beneficiárias de seguro feito pela vítima.

Roberval Serejo foi preso no dia 6 de janeiro deste ano e acabou confessando a sua participação no crime. Ele teve a sua prisão temporária transformada em preventiva e também já foi denunciado pelo Ministério Público.

Ainda ontem, Rosa Santana teve negado um pedido de prisão preventiva solicitado ao Poder Judiciário, já que havia vencido o prazo de prisão temporária de 30 dias. Ela está em liberdade, mas não pode se ausentar de Imperatriz.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.