Assassinato

Assalto acaba em morte no Maiobão

  •  
  •  

Corpo do assaltante foi levado para o IML e até o fim da tarde de ontem estava sem identificação; o outro assaltante conseguiu fugir, mas há informções de que ele foi baleado também

0
Homem foi baleado ao praticar assalto no Maiobão usando uma moto
Homem foi baleado ao praticar assalto no Maiobão usando uma moto (Foto: Divulgação)

PAÇO DO LUMIAR - O corpo de um assaltante ainda na tarde de ontem estava sem identificação no Instituto Médico Legal (IML). A polícia ainda informou que o cadáver foi removido da Avenida 13 do Maiobão, na cidade de Paço do Lumiar, na manhã de ontem.

Ele, em companhia de outro criminoso, estava realizando assalto na localidade quando foi baleado nas costas por uma pessoa não identificada. Ao lado do corpo estava uma motocicleta Fan preta, de placa NHH-3276, que estava sendo utilizada nas ações ilegais.

O outro assaltante conseguiu fugir, mas há informações de que também foi baleado. O comandante do 13º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Francisco Alexandre, disse que após o fato, militares realizaram rondas na região e apreenderam um menor de 16 anos, que portava um revólver calibre 32 municiado.

Ele foi apresentado na delegacia de Polícia Civil do Maiobão para ser investigado, já que há suspeita de que teve participação nessa ação criminosa. “Não sabemos ainda se esse adolescente participou desse crime, mas foi levado para a delegacia onde será investigado”, declarou o tenente-coronel.

Mais ocorrência

Ainda ontem, um corpo do sexo masculino estava sem identificação no IML de Imperatriz. A polícia informou que a vítima foi morta a tiros na noite de quarta-feira, no povoado Cumaru, zona rural de Senador La Roque, na Região Tocantina.

Há informações de que a vítima teria participado de assaltos a fazendas, arrombamento de residências, roubo de veículos e até mesmo homicídios na localidade. O caso está sendo investigado pelo Departamento de Homicídios de Imperatriz.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.