Codevasf

Áreas rurais do Ma recebem investimento de R$ 3,2 milhões

  •  
  •  

O investimento vai garantir acesso a água e melhores condições de trafegabilidade a mais de 59 mil pessoas do estado do Maranhão

0
Convênios irão garantir acesso a água e condições de trafegabilidade a mais de 59 mil pessoas
Convênios irão garantir acesso a água e condições de trafegabilidade a mais de 59 mil pessoas (Foto: Frederico Celente/Codevasf)

BRASÍLIA - A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) está investindo R$ 3,2 milhões em áreas rurais do Maranhão, por meio de convênios de recuperação de acessos vicinais, pavimentação de vias e implantação de sistemas de abastecimento de água.

“São obras que trazem melhores condições de trafegabilidade e que aumentam a oferta de água para mais de 59 mil pessoas atingidas por estiagens prolongadas. Esses investimentos, junto a outros que o governo federal realiza no Maranhão, elevam a qualidade de vida das famílias beneficiadas”, destaca o superintendente regional da Codevasf no Maranhão, Jones Braga.

Os recursos são oriundos do Orçamento Geral da União e destinados à Codevasf por emendas parlamentares.

Dentre os convênios assinados, estão os que garantem sistemas de abastecimento para comunidades rurais difusas dos municípios de Alto Parnaíba, Matões do Norte e Colinas, levando água às torneiras de 70 famílias cuja seca prolongada é agravada pela ausência de água encanada.

Os sistemas simplificados são compostos de poços perfurados e instalados, de onde a água é extraída através de casas de bombas e reservatórios, e chega às residências por meio de ligações domiciliares.

Em Colinas, além do acesso a água a população vai também ser beneficiada com a recuperação de acessos vicinais, pavimentação de vias na sede municipal e implantação de drenagens superficiais com guias e sarjetas. Outro convênio prevê a recuperação de acessos no município de Cantanhede.

“Só no ano passado, a 8ª Superintendência Regional da Codevasf celebrou convênios que totalizam aproximadamente R$ 42 milhões, resultando em melhoria da mobilidade entre as zonas urbana e rural, ampliação da área irrigada na agricultura familiar, avanço no escoamento da produção e fortalecimento da cadeia produtiva da bovinocultura leiteira”, observou o superintendente.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.