Chuva de problemas

Água invade nova sede do Samu, no Filipinho

  •  

Segundo funcionários, trata-se de água do esgoto do prédio, que entupiu; sujeira entra por debaixo da porta da sala de operação da frota

0
Água escorre por debaixo da porta da sala de operação do Samu
Água escorre por debaixo da porta da sala de operação do Samu (Foto: Divulgação)

A nova sede do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), no bairro do Filipinho, inaugurada em maio do ano passado, já apresenta graves problemas estruturais. No fim de semana, durante as chuvas que caíram na Ilha, os funcionários foram surpreendidos por uma inundação na sala de operação da frota.

Segundo eles, a água era do esgoto do prédio, que entupiu. O resultado foi uma torrente de líquido escuro e com odor fétido, escorrendo para dentro da sala. Toda a situação foi gravada em um vídeo, que mostra os funcionários do setor, e de outras áreas do Samu, em cima das mesas e cadeiras, enquanto a água invadia o compartimento.

Eles disseram que do lado de fora da sala a água suja já estava no meio da parede e que, se abrissem a porta, iria invadir de uma vez. No vídeo, ainda é possível ver que a água preta já alcançou móveis e eletrodomésticos na sala, tais como um armário, onde são guardados arquivos do Samu. Segundo contaram os funcionários, no vídeo eles estão literalmente “na merda”.

“Esta é a sede do Samu que tanto o prefeito se glorifica que entregou. Na primeira chuva que acontece em São Luís ocorre isso. Os condutores ilhados em uma sala cheia de esgoto”, afirmou Frank Ferreira, dirigente do Sindicato dos Condutores de Ambulância do Maranhão.

A associação dos servidores do Samu confirmou a autenticidade do vídeo, além disso, o órgão ressaltou que existem diversas outras irregularidades na casa utilizada como sede e serviço como um todo em São Luís.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde (Semus) informou que os setores de engenharia e a direção do Samu vão realizar vistoria no prédio para avaliar as condições do sistema de escoamento e para que sejam tomadas as devidas providências. A Semus ainda afirmou que o atendimento do Samu não foi comprometido com o proble­ma.

SAIBA MAIS

A nova sede do Samu em São Luís foi entregue em 30 de maio, pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC). Na época, foi alardeado que as novas instalações teriam uma melhor logística de atendimento e mais equipamentos. De fato, a nova localização, estratégica, facilitou o deslocamento dos veículos (motos e ambulâncias), mas equipamentos e estrutura física teriam ficado a desejar.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.