Atenção!

Especialista alerta para risco de esquecimento de crianças em veículos

  •  
  •  

Um bebê de cinco meses morreu em Araçatuba-SP após ser esquecido num carro durante cinco horas.

0
No caso dos bebês de até um ano não há reação quando estão em perigo.
No caso dos bebês de até um ano não há reação quando estão em perigo. - Foto: Reprodução

BRASIL - A morte de uma criança na cidade de Araçatuba (SP) por asfixia ao ficar trancada dentro de um carro trouxe novamente à tona os riscos desse tipo de acidente. A coordenadora nacional da ONG Criança Segura, Gabriela Freitas, convidada do programa Cotidiano desta quinta-feira (24), afirmou que pais devem ficar em alerta a cada mudança de rotina. Para bebês e aquelas com até quatro anos de idade, torna-se, segundo ela, criar dispositivos para diminuir o risco.

No caso dos bebês de até um ano, mais frágeis fisicamente, não há reação quando estão em perigo. A especialista explica que casos de esquecimento em carro podem acontecer diante da rotina atribulada de famílias e não há como julgar.

"A gente está numa rotina tão cheia de distrações e tão ocupada que, ninguém faz isto de propóstco, ninguém esquece uma criança num carro com intenção de deixar. Então é por isto que a gente fala tanto da importância do adulto, quando ele está responsável por uma criança, em especial um bebê", analisa.

Ouça a entrevista sobre os alertas e as dicas para não esquecer criança em algum lugar:

Leia outras notícias em imirante.com/namira. Siga, também, o Na Mira no Twitter, Instagram, Snapchat, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no YouTube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2383.

plantão i

    redes sociais