Comunicações

Satélite geoestacionário brasileiro será lançado nesta quarta (22)

Primeiro equipamento brasileiro do tipo será utilizado para ampliar oferta de banda larga.

Equipamento tem uma banda Ka, que será utilizada para comunicações estratégicas do governo.
Equipamento tem uma banda Ka, que será utilizada para comunicações estratégicas do governo. - Foto: Thales Alenia/Mctic

BRASIL - O Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC), o primeiro satélite brasileiro de uso civil e militar, será lançado ao espaço nesta quarta-feira (22). A janela para o lançamento fica aberta entre 17h31 e 20h20, horário de Brasília.

O equipamento foi adquirido pela Telecomunicações Brasileiras S.A. (Telebras) e tem uma banda Ka, que será utilizada para comunicações estratégicas do governo e para ampliar a oferta de banda larga no País, especialmente nas áreas remotas.

O satélite também possui uma banda X, que corresponde a 30% da capacidade do satélite, de uso exclusivo das Forças Armadas.
Com 5,8 toneladas e 5 metros de altura, o satélite ficará posicionado a uma distância de 36 mil quilômetros da superfície da Terra, cobrindo todo o território brasileiro e o Oceano Atlântico. A capacidade de operação do SGDC é de 18 anos.

Além de assegurar a independência e a soberania das comunicações de defesa, o acordo de construção do satélite envolveu amplo processo de absorção e transferência de tecnologia, com o envio de 50 profissionais brasileiros para as instalações da Thales Alenia Space, empresa responsável pela construção do equipamento, em Cannes e Toulouse, na França.

Fizeram parte desse processo especialistas da Agência Espacial Brasileira (AEB) e do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), entidades vinculadas ao Mctic, além das empresas Visiona e Telebras.

RELACIONADAS