Saúde

Aumenta procura por vacina contra gripe em São Luís

  •  
  •  

0
Foto: Maurício Alexandre

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), registrou uma elevação de 13% na procura pela vacina contra a gripe influenza, no Dia D da campanha nacional de imunização contra a doença, realizado no último sábado (13). O balanço da cobertura vacinal na capital maranhense é considerado positivo em comparação aos dias normais de procura pela vacina nos postos de saúde da cidade.

A campanha nacional reforça as políticas desenvolvidas pelo prefeito Edivaldo na área da saúde. Segundo a titular da Semus, Helena Duailibe, desde o início da campanha contra o Influenza, foram aplicadas um total de 84.526 doses da vacina, em São Luís. A meta da capital é imunizar cerca de 190 mil pessoas na campanha, que encerra dia 26 de maio.

Só no Dia D foram administradas 67.255 doses da vacina. O balanço registra ainda uma cobertura vacinal satisfatória a todos os públicos prioritários da campanha, entre estes idosos com 60 anos ou mais (37.221), gestantes (5.527), puérperas - mulheres até 45 dias depois do parto (911), trabalhadores da saúde (17.210), funcionários do sistema prisional (559) e pessoas privadas de liberdade (754), professores das redes pública e privada (3.561).

Analisando os dados por Distrito de Saúde da capital, os números revelam que o Distrito do eixo Itaqui-Bacanga foi o que atingiu maior cobertura, com uma elevação de 38,98% em comparação com os dias normais; seguido do Distrito Centro, com 37,43; Vila Esperança, 36.75%; Coroadinho, 36,11%; Tirirical, 35,62%; Cohab, 31.72%; e Bequimão, com 23%.

"Os postos permanecem oferecendo a vacina, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e nós conclamamos para que todos que pertençam aos públicos-alvos da campanha compareçam para se imunizar contra a gripe influenza e, dessa, ficar livre das complicações graves que a doença acarreta. Chamamos atenção especial aos pais, para que não deixem de levar seus filhos aos postos nesse período", disse a secretária Helena Duailibe.

As pessoas devem comparecer aos postos portando documento de identificação, a carteira de vacina e os que possuem doenças crônicas devem apresentar prescrição médica.

Leia outras notícias em imirante.com/miranteam. Siga, também, a MiranteAM no Twitter e curta nossa página no Facebook.

no ar

17h00

01:24:02 / 01:59:00

ouça agora

Panorama

próximo programa 19h00

Voz do Brasil

plantão i

    facebook