Caso taxista

Filho de Chico Papada é preso por destruir provas do crime

Francisco Pereira da Costa Filho é apontado por destruir provas do crime.
Imirante Imperatriz13/07/2017 às 11h53

IMPERATRIZ – Mais uma pessoa foi presa, pelo assassinato do taxista José Enilson Queiroz, de 42 anos, ocorrido na última terça-feira (11), no bairro Bacuri. Desta vez, foi preso o filho do principal suspeito de praticar o assassinato, Francisco Pereira Costa, conhecido como Chico Papada. O filho foi identificado como Francisco Pereira da Costa Filho.

Ele é apontado pela polícia de ter participação no crime por destruir provas. De acordo com informações do delegado da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Práxisteles Martins, o jovem foi preso e autuado em flagrante por destruir as imagens de câmaras de segurança, as quais provam a autoria do pai, na morte do taxista. Ainda, segundo o delegado, a destruição das provas atrapalha as investigações do assassinato.

Nessa quarta-feira (12), Chico Papada, apontado como autor do homicídio, foi preso pela Polícia Militar. A polícia chegou até ao homem, através da placa da motocicleta usada no assassinato. Além de Chico Papada, uma mulher, identificada como Daiane Cavalcante Lima, também foi conduzida para o Plantão Central da Polícia Civil. Ela seria a dona da motocicleta. Em depoimento, Daiane disse ter vendido a moto para José Rondis, que em seguida vendeu para o Francisco Pereira, que segundo ele vendeu para uma pessoa desconhecida.

O caso

José Enilson Queiroz foi assassinado a tiros na porta de sua casa, localizada no bairro Bacuri. Ele estava sentado na companhia de sua esposa, que presenciou toda a cena. O suspeito estava numa motocicleta e atirou à queima roupa contra a vítima, que morreu no local.

As primeiras informações davam conta de que se tratava de um latrocínio, roubo seguido de morte, mas essa linha de investigação já foi descartada pela polícia, logo nas primeiras horas. As investigações apontam para uma execução.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2017 - Todos os direitos reservados.