IMPERATRIZ
Expoimp 2017

Palestra destaca o manejo nutricional para bovinos de corte

  •  
  •  

Foram apresentados novas técnicas para a produção mais adequada dos animais que vão para o abate.

0
Foram apresentados novas técnicas para a produção.
Foram apresentados novas técnicas para a produção. - Divulgação /Assessoria

IMPERATRIZ - Como parte da programação da 49º Exposição Agropecuária de Imperatriz, várias palestras estão sendo realizadas com o intuito de fomentar nos produtores rurais e público em geral, conhecimento e novas práticas que ajudem a desenvolver o negócio dos participantes. Na terça-feira (11), o manejo nutricional de bovinos de corte foi destaque, atraindo a atenção dos produtores rurais que estavam no Parque de Exposições Lourenço Vieira da Silva.

A palestra ministrada pelo zootecnista, Marcel de Araújo Lopes, apresentou pontos positivos e negativos do manejo de bovinos que têm influência no desenvolvimento do animal, e consequentemente no seu preço de mercado. Na ocasião, o zootecnista também destacou que a escolha de um bom animal é essencial para qualquer tipo de sistema de produção, além de abordar o cenário atual da produção e comercialização da pecuária de carne de corte no Brasil.

Com um grande público de produtores, a palesta se desenvolveu a partir do bate-papo entre o palestrante e os participantes, que trocaram experiências e receberam dicas de como melhorar a produção dos animais que vão para o abate.

O zootecnista apresentou aos produtores o creep feeding, que é suplementação na alimentação dos bezerros durante o aleitamento. “A técnica consiste numa área cercada que só os bezerros tem acesso com ração concentrada”, explica.

O produtor rural, Antônio Silva, que não conhecia o método diz que pretende adotar a nova prática. “Agora que eu sei como pode ser eficiente, vou fazer com certeza, estou pensando em aumentar o meu lucro, então essas novas técnicas são essenciais”, disse.

Cooperativismo- Nesta quarta-feira (12), o auditório recebeu a equipe do Sebrae com uma abordagem sobre o cooperativismo, com uma demonstração de como os produtores rurais podem trabalhar em parceria para desenvolver seus negócios, pois a medida que se unem eles ganham mais força no mercado. A questão cultural da falta de cooperativismo entre os produtores foi um dos principais pontos discutidos durante a palestra, que recebeu participantes de Imperatriz e cidades vizinhas.

O ciclo de palestras da 49º segue até a sexta-feira (14), no auditório Juca Machado e nos standes dos parceiros do Sindicato Rural de Imperatriz, Sebrae e Sagrima.

Leia outras notícias em imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, Snapchat, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no YouTube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2383.

plantão i

    enquete

    VOTE QUANTAS VEZES QUISER!

    O que você acha necessário para reduzir os índices de criminalidade?

    PARTICIPAR VER PARCIAL

    redes sociais