IMPERATRIZ
Balanço 2016

Mais de 100 mil clientes "limparam" nome no Serviço de Proteção ao Crédito em 2016

  •  
  •  

De acordo com o SPC 112 mil pessoas quitaram as contas para novas compras.

0
Dados do SPC mostram que mais de 100 mil pessoas quitaram os débitos em 2016.
Dados do SPC mostram que mais de 100 mil pessoas quitaram os débitos em 2016. - Foto: Reprodução

IMPERATRIZ – Um balanço divulgado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), nesta sexta-feira (6), revela que o comércio de Imperatriz vem reagindo bem à crise que afeta o país e mostrou sua força no período de festas de Natal e Ano Novo.

O reflexo desse quadro pode ser visto no número de clientes que procuraram o SPC para “limpar o nome” com objetivo de fazer novas compras. Dentre os motivos que explicam esse fenômeno estão o fato de o município ser polo de uma grande região que tem cerca de 1 milhão de habitantes e fica distante aproximadamente 300 KM de grandes centros.

Em 2016, 112.571 consumidores entraram para a lista de inadimplentes do SPC da Câmara de Dirigentes Logistas (CDL) de Imperatriz. Por outro lado, 93.454 pessoas conseguiram ¨limpar¨ seus nomes e estão aptas as compras.

Os números em relação aos outros centros brasileiros são pequenos. Os lojistas reafirmaram, ontem (6), que o período natalino conseguiu superar as expectativas em termos de elevação das vendas no comércio imperatrizense.

Em relação a 2015, o índice foi inferior, quando os números em relação aos inadimplentes no comércio da cidade, chegaram a 128.825. No ano passado, 96.586 pessoas saíram da lista de inadimplentes do SPC da CDL Imperatriz.

Em âmbito nacional a inadimplência estabilizou-se em novembro com 58,5 milhões de brasileiros negativados, mostram SPC Brasil e Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

Leia outras notícias em imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, Snapchat, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no YouTube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2383.

plantão i

    enquete

    PARTICIPE

    Você acredita em uma estabilidade econômica a curto prazo?

    PARTICIPAR VER PARCIAL

    redes sociais