Polêmica

Putin critica nações que se aproveitaram de “doping liberado” pela Wada

  •  
  •  

O soviético citou os documentos vazados pelo grupo hacker Tzar Team.

0
O grupo russo, conhecido na rede como “Urso Chique”, vazou documentos confidenciais da Agência Mundial Anti-Doping (Wada).
O grupo russo, conhecido na rede como “Urso Chique”, vazou documentos confidenciais da Agência Mundial Anti-Doping (Wada). - Divulgação

SÃO PAULO - Novamente, na noite dessa segunda-feira (19), o presidente russo Vladimir Putin voltou a falar e denunciar o consumo de substâncias ilegais por atletas de diversos países durante os Jogos Olímpicos do Rio. Buscando justiça pela exclusão da equipe de atletismo e de toda a delegação paralímpica de seu país, o soviético citou os documentos vazados pelo grupo hacker Tzar Team.

“Não aprovamos as ações dos hackers, mas graças a eles podemos ver que atletas que participaram dos Jogos Olímpicos do Rio e que estavam aparentemente sãos, tomaram substâncias proibidas”, afirmou Putin. Após os ataques, a agência mundial pediu ajuda para o próprio governo russo na luta contra os criminosos virtuais.

O grupo russo, conhecido na rede como “Urso Chique”, vazou documentos confidenciais da Agência Mundial Anti-Doping (Wada) que mostravam o aval do próprio órgão para atletas tratarem certas lesões com medicamentos proibidos.

Nomes como o das estadunidenses Simone Biles, uma das estrelas dos Jogos com quatro ouros na ginástica, e das irmãs Venus e Serena Williams, além dos britânicos Mo Farah, ouro nos 5.00m e 10.000m, e Chris Froome, bronze no ciclismo, e do espanhol Rafael Nadal estão na lista dos atletas citados no site do grupo anônimo.

Na Olimpíada, toda a equipe de atletismo da Rússia foi banida pela Federação Internacional de Atletismo. Já nos Jogos Paralímpicos, toda a delegação foi proibida de participar do evento no Rio. “Sem dúvidas, essa decisão foi injusta, hipócrita e covarde. Contra nós não julgaram de maneira desportiva nem honesta”, completou Putin.

Outros atletas como o húngaro Laszlo Cséh, da natação, as tenistas Petra Kvitova (República Tcheca), Laura Siegemund (Alemanha) e Bethanie Mattek-Sands (Estados Unidos) e Justin Rose (Grã-Bretanha), ouro no golfe masculino, também estão na lista. No site do “Urso Chique” é possível conferir uma cópia de todos os relatórios com os devidos exames dos atletas citados.

Leia outras notícias em imirante.com/esporte. Siga, também, o Imirante Esporte no Twitter, Instagram, Snapchat, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no YouTube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2383.

plantão i

    redes sociais