Campeonato Brasileiro

Jogando em casa, Botafogo se impõe e vence o Atlético-PR

Com a vitória no Nilton Santos, o Alvinegro chegou a 17 pontos no Brasileiro.
Imirante Esporte, com informações do Botafogo FR13/06/2018 às 23h36

RIO DE JANEIRO - O torcedor do Botafogo que foi ao Estádio Nilton Santos certamente não se arrependeu. Bonita festa, torcida jogando junto, time com atuação consistente e vibrante, grande vitória. O Alvinegro venceu o Atlético-PR por 2 a 0, nesta quarta-feira, no Estádio Nilton Santos, e chegou a 17 pontos no Campeonato Brasileiro. Os gols foram de Rodrigo Lindoso e Igor Rabello.

O Botafogo agora terá um período longo sem jogos, por conta da Copa do Mundo, voltando a jogar no dia 18 de julho, contra o Corinthians.

O jogo

Com promoção de ingressos a partir de R$ 5, faixas de mão, fogos, fumaça e camisão, Botafogo e torcida criaram um clima diferente no Estádio Nilton Santos. Ambiente positivo, apoio, pressão ao adversário, adrenalina. Dentro de campo, Botafogo e Atlético-PR fizeram um jogo bem disputado, com intensidade e emoção.

Como de hábito em sua estratégia, o Atlético-PR ficou mais com a bola, trocou passes desde a defesa e tentou envolver. O Botafogo se posicionou bem, foi coeso na marcação e saiu de forma objetiva. Aos 6, Kieza roubou bola na frente e rolou para trás, Valencia bateu e Santos pegou.

Rodrigo Pimpão de cabeça mandou uma para fora, Matheus Fernandes finalizou para defesa do goleiro, Leo Valencia chutou uma por cima. Aos 26, Kieza foi agarrado por Thiago Heleno, em pênalti não marcado.

O Atlético-PR, apesar de ter muita posse de bola, pouco criava. No melhor lance, Raphael Veiga arriscou de longe e Jefferson pegou. O Botafogo começou a pressionar, quase marcou em chute cruzado de Kieza para fora e finalização de Kieza à queima-roupa de Kieza defendido por Santos.

Com tanta pressão, o Botafogo chegou ao seu gol. Rodrigo Lindoso teve sobra na área e teve seu chute cortado com a mão. Pênalti que o próprio volante cobrou com perfeição para abrir o placar, aos 34.

O Botafogo ainda teve chances para ampliar no primeiro tempo. Aos 39, Pimpão roubou bola no ataque, Leo Valencia carregou pelo meio e finalizou no canto, Santos pegou. Aos 44, Luiz Fernando recebeu lançamento, invadiu a área, mas também parou no goleiro.

Na etapa final, o Atlético-PR se lançou ao ataque e começou perigoso. Camacho, aos 6, quase marcou, em chute por cima. Já aos 17, Jefferson fez boa defesa em cobrança de falta de Carleto. Em outra chance, Nikão mandou voleio sobre o gol.

Posicionado para buscar matar o jogo no contra-ataque, o Botafogo conseguiu o objetivo. Se aos 23 Renatinho levou perigo com chute para fora, aos 26 saiu o segundo! Leo Valencia cobrou escanteio, Yago ganhou no alto e Rabello dividiu com o zagueiro para ampliar.

Aí veio um festival de oportunidades para o Botafogo ampliar. Kieza quase fez um golaço ao limpar o zagueiro e trocar de pé para bater rente à trave. Aos 38, Kieza recebeu de Renatinho e teve o chute travado. Rodrigo Lindoso teve sobra na área e mandou por cima. Aos 41, Moisés soltou uma bomba, para fora. Aos 42, Ezequiel invadiu a área e chutou, Santos defendeu.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2018 - Todos os direitos reservados.