Após condenação

“Japonês da Federal” tem tornozeleira eletrônica retirada

Newton Ishii, conhecido como Japonês da Federal, também teve a pena reduzida, segundo informações da PF.
Imirante.com21/10/2016 às 16h00
O agente foi preso em 7 de junho após envolvimento com contrabando. (Foto: Reprodução/Internet)

BRASIL - Newton Ishii, policial federal famoso por fazer prisões de políticos suspeitos de corrupção, que ficou conhecido como “Japonês da Federal”, teve a pena reduzida e a tornozeleira eletrônica retirada, segundo informações da Polícia Federal (PF). O policial havia sido condenado há 4 anos e 2 meses de prisão por facilitar a entrada de contrabando no país.

A Polícia Federal (PF) informou que a redução da pena se deu por conta dos dias trablhados pelo agente, que deram desconto no total de dias a que ele foi condenado. Além disso, o “Japonês da Federal” iria cumprir a pena em regime semiaberto.

Newton Ishii teve mandado de prisão expedido pela Vara de Execução Penal da Justiça Federal, em Foz do Iguaçu, após investigações da Operação Sucuri. O agente foi preso em 7 de junho, após ser constatado o envolvimento dele na entrada de contrabando no Brasil através da fronteira.

O policial ficou famoso após atuação durante a Operação Lava-Jato, e ainda chegou a atuar internamente na operação mesmo após sua prisão. Durante o período em que foi condenado, ele era obrigado a ficar em casa entre 23h e 5h durante a semana e era impedido de sair nos fins de semana.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2017 - Todos os direitos reservados.