Edição Digital

Vida | Dragão Fashion Brasil

DFB 2018 consagra-se um das principais fashion weeks do Brasil

O evento foi realizado de 9 a 12 de maio, no Porto Marítimo de Fortaleza-CE, contando com uma intensa programação multicultural
Liliane Cutrim / Enviada Especial15/05/2018 às 18h41
O Dragão Fashion Brasil Festival 2018 encerrou-se na noite do último sábado (12) (Divulgação)

Fortaleza – O Dragão Fashion Brasil Festival 2018 encerrou-se na noite do último sábado (12) e já deixou no ar boas expectativas para a edição do ano que vem. O evento, que foi realizado no Porto Marítimo de Fortaleza-CE durante quatro dias, consagrou-se, por mais um ano consecutivo, como uma das principais fashion weeks do país, provando que a moda não gira somente em torno do eixo Rio-São Paulo, e que o Ceará e o Nordeste também produzem e exportam moda com qualidade e identidade própria.

Com a proposta de lançar um olhar de 360º sobre todos os setores da sociedade, o DFB Festival 2018 teve como norte a importância de transformar e manifestar a pluralidade envolvida na moda e na cultura, assegurando a máxima participação de todos os indivíduos, sem discriminação, censura ou limitação, em um evento de intensa programação multicultural.

Unindo a moda à cultura, à música, à gastronomia, à formação e ao empreendedorismo e a todos os princípios da economia circular e criativa, o DFB Festival foi, por mais um ano, sucesso absoluto de público e se despediu deixando saudades e grandes expectativas para a edição de 2019. Cláudio Silveira, diretor do evento, agradeceu a presença do público e de todos os parceiros, prometendo preparar uma edição ainda mais atual, vibrante e envolvente no ano que vem.

Desfiles
No último dia, a sequência de desfiles foi aberta pelo beachwear inconfundível da Bikini Society, transformando a passarela numa verdadeira ilha do Hawaii, com peças em cores e tecidos que são reflexo desse lugar encantado. Em seguida, o segundo desfile do Concurso dos Novos apresentou as coleções dos alunos dos cursos de moda da Universidade Federal do Ceará (UFC), da Universidade Federal do Piauí (UFPI), da Universidade Estácio de Sá (CE) e da Universidade Estadual de Santa Catarina (SC).

Logo após, a dobradinha formada pelos designers Jonhson Cavalcante e Bruno Olly colocou na passarela uma mistura de looks inspirados na nobreza do século XX e na beleza de Ogum, a deusa do candomblé. Por sua vez, Ronaldo Silvestre, estilista consagrado nacionalmente, emocionou a plateia ao decidir conceber um desfile em homenagem à sua mãe, que era costureira e sustentou a família com a profissão.

A grife Tanden apresentou a coleção Colheita Grande, inspirada nas mulheres camponesas, com peças leves e com movimento. Uma das maiores revelações do DFB, o talentoso estilista cearense David Lee, campeão da edição 2017 do Prêmio Novos Talentos GQ+Reserva, apresentou a sua coleção Avesso, dando vazão à preciosidade dos sentimentos e das emoções em meio ao turbilhão da vida moderno.

A Riachuelo encerrou, com chave de ouro, a programação de moda do evento, trazendo a influência do militarismo, em parkas, jaquetas de couro, tricôs e coturnos misturados aos vestidos de tecidos fluidos e t-shirts.

Com uma programação impecável, o DFB Festival 2018 proporcionou o acesso do público a talentos emergentes e em formação, bem como marcas e designers que não se encaixam nos formatos mais tradicionais do trade.

Com 19 anos de uma história fortemente ligada à tradição da indústria cearense de têxteis e confeccionados, o DFB Festival apresentou um line up composto por 38 desfiles de moda, entre nomes autorais, grandes players nacionais e criadores emergentes, distribuídos em três salas, com capacidade para 1.000, 800 e 600 lugares. Números que o tornam reconhecido internacionalmente como o maior e mais relevante encontro da moda autoral da América Latina.

Resultado Concurso dos Novos
Mantendo a tradição, antes do início do último desfile, Cláudio Silveira anunciou o tão aguardado resultado do Concurso dos Novos deste ano. Os grandes vencedores desta edição foram os alunos do Senac/Se. O segundo lugar ficou com a Universidade Estadual de Santa Catarina e o terceiro foi para a Universidade Federal do Ceará (UFC).

DPM
Com realização compartilhada entre o DFB Festival e o Senac/Ce, a programação do Dragão Pensando Moda (DPM) foi encerrada com palestras e uma Conversa Criativa comandada pelas palestrantes Neusa Neves, da London College of Fashion, e a jornalista de moda Patricia Pontalti (RS).

Shows
Para comemorar o sucesso da edição, cantora Karol Conká, trazida com exclusividade para o evento pela marca Nayane Rodrigues Lingerie, fechou a programação com show animado e cheio de personalidade e empoderamento, com o tema “Não se importe com meu decote”, no palco Ceará Sobe o Som.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2018 - Todos os direitos reservados.